Siga-nos!

Mundo Cristão

Membros doam o dízimo, mas nem sempre à igreja

Quanto mais a pessoa frequenta a igreja, mas fiel ao dízimo ela é

em

Moedas. (Foto: StockSnap / Pixabay)

Segundo uma pesquisa da LifeWay Research, a maioria dos frequentadores de igrejas dizima, mas nem sempre doam seus recursos para a igreja.

Metade dos protestantes diz que seus dízimos são enviados para um ministério cristão e não uma igreja.

Um terço diz que o dízimo é destinado para ajudar pessoas necessitadas e uma minoria (18%) diz que o dízimo é destinado para uma instituição de caridade secular.

“Para muitos frequentadores da igreja, o dízimo é apenas mais um termo para generosidade”, disse Scott McConnell, diretor executivo da LifeWay Research.

Para chegar nesses números, o estudo ouviu 1.010 fiéis que frequentam os cultos pelo menos uma vez por mês, e também mil pastores.

Para 83% dos entrevistados, o dízimo é um mandamento bíblico que ainda deve ser aplicado nos dias de hoje. Já para 8% esse mandamento não é mais aplicável. Nove por cento restantes disseram que não têm certeza sobre o assunto.

Ainda de acordo com o estudo, 54% doam 10% do que recebem para a igreja, sendo que dentro deste número temos 37% que doam exatamente o dízimo e 17% que doam mais do que os 10% que ganham.

Um em cada cinco doa regularmente para a igreja, mas menos que 10%. A pesquisa mostra também que 17% diz que tenta dizimar, mas nem sempre consegue. Enquanto que 8% diz que as finanças dificultam a se manterem fiéis na entrega do dízimo e 2% declararam que não doam à igreja.

“Mesmo aqueles que não podem dar o dízimo acreditam que isso é importante”, disse McConnell. “A maioria dos frequentadores de igrejas diz que dá – mesmo que seja uma luta”, completou o pesquisador.

A frequência no culto também influencia a forma como as pessoas se relacionam com o dízimo. Quanto mais frequentam a igreja, mas probabilidade de serem dizimistas, sendo que 57% dos que frequentam o culto um vez por semana doam o dízimo.

Entre os que frequentam pelo menos três vezes por mês, 35% são dizimistas, já entre os que frequentam a igreja uma ou duas vezes por mês o número cai para 28%.

Publicidade