Siga-nos!

Mundo Cristão

“Maria passou na frente”, diz padre Marcelo após ser empurrado de altar

Mulher furou a segurança do evento e empurrou o padre durante a celebração.

em

Padre Marcelo Rossi caindo do altar. (Foto: Reprodução / Canção Nova)

Momentos após ter sido empurrado de um altar por uma mulher neste domingo (14), o padre Marcelo Rossi disse que “Maria passou na frente” e que está bem. O padre foi atacado quando celebrava uma missa em Chachoeira Paulista, pela Canção Nova.

“Maria passou na frente, pisou na cabeça da serpente, estou ótimo”, disse. “Fiquem tranquilos, só umas dorzinhas, não quebrou nada”, acrescentou.

A agressora teria furado a segurança do evento e, ao subir no palco por trás do clérigo, o empurrou de cima do altar, lançando o padre ao chão. Após o ataque a mulher foi contida pela Polícia Militar e encaminhada a delegacia, onde uma ocorrência foi aberta.

O susto foi tão grande que é possível ver a platéia desesperada, mas o padre não ficou ferido e minutos após o ocorrido voltou ao altar para terminar a ministração. Ele apareceu depois em um vídeo dizendo que está bem e que a queda não passou de um susto.

Após a agressão, a mulher foi contida pela PM e encaminhada para a delegacia, onde um boletim de ocorrência foi aberto a pedido da Canção Nova, pois o padre Marcelo Rossi decidiu não registrar a agressão.

Segundo apurado pelos investigadores, a mulher estava com um grupo do Rio de Janeiro participando do evento e eles afirmam que ela sofre com transtornos mentais.

A Canção Nova divulgou nota lamentando o incidente ocorrido durante a missa e informou que ele foi atendido pela equipe médica do evento.

Publicidade