Siga-nos!

Política

Marco Aurélio promete “jogar no lixo” ação de Flávio Bolsonaro no caso Queiroz

Flávio tem foro privilegiado por ser um senador eleito e pediu para que o processo fosse julgado no STF

Publicado

em

Marco Aurélio
Marco Aurélio. (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)


Graça & Paz! Antes de ler este conteúdo, gostaríamos que você participasse de uma rápida pesquisa sobre o portal. Não levará 1 minuto 😊 Clique aqui e responda rápido!


O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), declarou que irá negar a reclamação feita pelo senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) para que as investigações envolvendo seu ex-motorista, Fabrício Queiroz, sejam julgadas pela Corte.

O filho do presidente Jair Bolsonaro não é investigado no caso, mas conseguiu que o ministro Luiz Fux, responsável pelo plantão do STF, suspendesse as investigações até que a Corte volte a funcionar e decida o caso.

Mas em entrevista a Andreia Sadi, do G1, o ministro Marco Aurélio já deixou claro que tem “remetido ao lixo” outras ações neste teor que chegaram em suas mãos.

“O Supremo não pode variar, dando um no cravo outro na ferradura. Processo não tem capa, tem conteúdo. Tenho negado seguimento a reclamações assim, remetendo ao lixo”, disse.

O ministro também afirmou que não está adiantando sua decisão, mas sim defendendo a coerência da Corte e o do que ele tem feito.

Queiroz é investigado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro por conta de movimentações financeiras consideradas “atípicas” pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). Flávio Bolsonaro terá que depor, mas ele não é investigado no caso, apenas o seu ex-motorista.



Publicidade
Publicidade