Siga-nos!

igreja

Marcha para Jesus é cancelada em São Paulo

Evento presencial aconteceria em 2 de novembro.

Michael Caceres

em

Marcha para Jesus. (Reprodução)

A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (24) o cancelamento, por conta da pandemia do coronavírus, da realização da Marcha para Jesus, evento que reúne anualmente milhões de pessoas direcionadas por trios elétricos com canções religiosas.

Segundo o prefeito Bruno Covas (PSDB), apesar da queda no número de casos e mortes pela covid-19, o cancelamento de grandes eventos se faz necessário pelo fato de a cidade ainda estar lidando com a doença e não haver previsão de uma cura.

“Apesar de uma queda [nos registros de casos e mortes] e de a cidade estar evoluindo no Plano São Paulo, nós ainda estamos enfrentando a pandemia. Então, os anúncios de hoje são de cancelamento de grandes eventos”, disse Covas em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

Covas lembrou que no ano passado a marcha reuniu 3 milhões de pessoas e trouxe um benefício econômico para a cidade de R$ 217 milhões. O prefeito informou ainda que a organização concordou em não realizar o evento de forma presencial.

“Nos próximos dias vão apresentar para a prefeitura outro formato que não será de forma presencial”, disse Covas.

Diversos eventos que acontecem na cidade terão de ser cancelados devido as restrições impostas para evitar a proliferação da doença.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Trending