Siga-nos!

política

Malafaia trava embate para convencer Bolsonaro de seu erro

Pastor tem criticado a indicação de Kassio Nunes Marques para o STF.

Michael Caceres

em

Jair Bolsonaro e Silas Malafaia
Jair Bolsonaro e Silas Malafaia (Isac Nóbrega/PR)

O pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC), tem travado um verdadeiro embate para convencer o presidente Jair Bolsonaro do erro cometido com a indicação de Kassio Nunes Marques para o Supremo Tribunal Federal (STF).

Malafaia defende que o presidente da República deveria ter indicado alguém com perfil conservador, já que Marques tem um histórico negativo diante de pautas defendidas pelos apoiadores do governo. Bolsonaro chegou a acusar indiretamente o pastor de tentar emplacar alguém de seu interesse.

“Eu estou chateado, sim. O pessoal que me apoia, lá, virando as costas, ‘não voto mais’. Não tem problema. Lamento. O voto é direito dele, até não ir votar é direito dele. Agora, tudo vê defeito… E essa autoridade do Rio de Janeiro queria que indicasse o dele”, afirmou. “Fez vários vídeos aí. Lamento. Uma autoridade que diz que tem Deus no coração, ainda por cima, que dói mais na gente, mas tudo bem”, disse em conversa com apoiadores no Alvorada.

Em resposta ao que disse Bolsonaro, o pastor lembrou que haviam nomes que estavam sendo sugeridos para a vaga de ministro “terrivelmente evangélico” que o presidente prometeu e que levou uma lista tríplice que estava sendo formada por lideranças evangélicas. Malafaia disse que os três nomes tinham apoio dos principais líderes evangélicos do país.

Ele admitiu que a resposta do presidente foi de que o nome evangélico seria indicado em 2021, pois gostaria de enviar primeiro alguém de sua confiança. O líder assembleiano disse que não fez nenhum questionamento, que poderia ter feito por conta da amizade com Bolsonaro, mas não falou nada.

“O presidente chega e diz assim: ‘A primeira vaga não vai ser de um terrivelmente evangélico. Tenho que botar alguém que eu tenho que ter confiança, devido a tudo isso que está acontecendo’. Na hora, eu não fiz nenhum questionamento. Deus é testemunha, César Augusto é testemunha. Eu poderia questionar, tenho amizade”, disse.

Críticas

Malafaia não é o único apoiador do presidente a criticar duramente a escolha para o Supremo. As criticas também partiram de jornalistas, parlamentares e outros líderes evangélicos de peso, como o pastor Carlito Paes, líder da Igreja da Cidade de São José dos Campos.

Nas redes sociais o presidente também sofreu com uma onda de críticas por sua escolha, principalmente devido ao passado de Kassio Nunes Marques, que foi nomeado como desembargador pela ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Ele ocupava o Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending