Siga-nos!

Política

Mais de 500 candidatos usam títulos religiosos

O título mais utilizado é o de pastor ou pastora

Avatar

em

Urna eletrônica
Publicidade

Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), mais de 500 candidatos usam títulos religiosos no nome de urna. Entre eles estão os títulos de pastor, padre, bispo, irmão, missionário ou apóstolo.

O nome de urna pode ser um sobrenome, prenome, nome abreviado ou até um apelido de no máximo 30 caracteres. Essa tem sido uma das formas de chamar a atenção dos eleitores durante a campanha.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

A pesquisa que foi realizada recentemente levou em conta os pedidos de registro atualizados até a sexta-feira passada. De acordo com Gabriela Figueiredo Netto, doutoranda em ciência política na USP, essa prática faz com que eleitores religiosos identifiquem seus candidatos.

“Teoricamente ambos se aproximam das mesmas ideias e dos mesmos interesses”, ela comenta. O principal título religioso utilizado nos pedidos de registro de 2018 é o de “pastor” ou “pastora”, em 313 casos, seguido por “irmã” ou “irmão” (97) e “missionário” ou “missionária” (40).


Clique aqui e entre no grupo Gospel Prime!

Publicidade

Cris Beloni é jornalista, teóloga e pesquisadora apaixonada pela Bíblia. Desenvolveu um trabalho de Jornalismo Investigativo Bíblico e é autora do livro Derrubando Mitos.

Publicidade
    Publicidade
    Publicidade

    Trending