Siga-nos!

igreja

Maioria dos cristãos sente orgulho da atuação das igrejas durante a pandemia

Pesquisa mostra os desafios da igreja na crise e a satisfação da maioria dos protestantes com as ações de seus líderes.

Avatar

em

Igreja durante a pandemia
Igreja durante a pandemia (Foto: Gabriella Clare Marino/Unsplash)

A maioria dos membros frequentadores das igrejas disseram que estão satisfeitos em como suas igrejas têm se comportado perante a crise da covid-19, e se sentem orgulhosos.

Segundo a pesquisa recente da Lifeway Research, 86%, ou quase 9 a cada 10 fiéis protestantes, afirmam sentir orgulho de como sua igreja respondeu durante a pandemia.

Os dados foram recolhidos entre 5 e 18 de fevereiro de 2021, entrevistando online mil fiéis protestantes americanos, com uma amostragem de 95% de confiança, de que a maioria apoia seus líderes.

Apenas 9% discordaram que sentem orgulho da sua igreja. Mesmo com 86% dos frequentadores de igrejas protestantes dos EUA concordarem, 12% afirmam ter vergonha de sua igreja.

Os jovens são os mais insatisfeitos com suas igrejas

A pesquisa mostrou que os jovens com idades entre 18 e 29 anos são os mais propensos a concordar que o tratamento de sua igreja é vergonhoso, apontando para 26%.

O diretor executivo da Lifeway Research, Scott McConnell, disse que a crítica à igreja vem da minoria dos fiéis, no entanto os pastores ouviram todos os questionamentos sobre a crise da covid e lidaram com a resposta de seus membros.

Criatividade para lidar com a crise

Com a pandemia, os cultos tradicionais presenciais tiveram que ser cancelados, por isso a liderança teve que pensar em diversos serviços para atender a igreja e usar a criatividade.

85% das igrejas ofereceram culto online aos seus frequentadores, tendo 83% de participação dos seus fiéis. 12% dos entrevistados afirmaram que a igreja não oferece adoração ao vivo.

As redes sociais foram uma das alternativas a serem usadas para transmitir os cultos ou postar os vídeos para que os fiéis pudessem assistir quando quisessem.

Dos 55% que responderam dizendo que sua igreja oferecia serviços online de adoração, 51% afirmou que o Facebook Live era usado, 34% o YouTube e 22% videoconferências como o Zoom, de acordo com a Lifeway Research.

Continua sendo um desafio para muitas igrejas manterem as chamas acesas de seus membros, mas a misericórdia de Deus tem alcançado muitas pessoas em meio a crise da covid-19.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending