Siga-nos!

Mundo Cristão

Lucinho Barreto desabafa: “tenha misericórdia dos pastores”

Após receber fortes críticas, pastor grava vídeo com o título “Nenhum pastor presta”

Avatar

em

Lucinho
Lucinho. (Foto: Reprodução / Instagram)

Nesta semana, o pastor mineiro Lucinho Barreto, muito conhecido pela juventude cristã, publicou um “vídeo de desabafo” com o seguinte título: “Nenhum tipo de pastor presta”. Segundo ele, ninguém sabe realmente como é o dia a dia de um pastor.

Ele inicia citando o texto bíblico que está Mateus 11.16-19: “A que posso comparar esta geração? São como crianças que ficam sentadas nas praças e gritam umas às outras: ‘nós lhes tocamos flauta, mas vocês não dançaram; cantamos um lamento, mas vocês não se entristeceram’. Pois veio João, que jejua e não bebe vinho, e dizem: ‘ele tem demônio’. Veio o Filho do homem comendo e bebendo, e dizem: ‘aí está um comilão e beberrão, amigo de publicanos e pecadores’. Mas a sabedoria é comprovada pelas obras que a acompanham”.

Qual o tipo de pastor que presta: aquele que jejua e fica no monte ou aquele descolado que faz vídeos no Youtube e usa piercing? “As pessoas sempre terão uma opinião ácida sobre pastores”, desabafou. “Qualquer pessoa pode torcer por algum tipo de futebol ou ter opinião política, menos os pastores”, disse ao se referir aos internautas que o criticaram por “inserir Deus na política”.

Polêmicas

Lucinho também citou outras críticas recebidas recentemente. Entre elas, o fato de vender camisetas com a mensagem do Evangelho. “Como eu vou sustentar minha família? Não tenho salário da igreja, não quero ser pesado à igreja, então eu vendo Bíblias e camisetas”, citou.

Por suas vendas foi criticado por não ser um pregador do Evangelho e sim um vendedor. “E se eu fosse um cara fechado, quadrado e não fizesse nada para me sustentar, seria criticado também”, lembrou.

“Tenha misericórdia dos pastores, missionários, evangelistas e profetas… tenha misericórdia da gente. Lembre que por trás de cada pastor tem uma família”, pediu. Depois citou que milhares de pessoas chegaram ao Evangelho por causa das mensagens dos pastores que geram polêmicas.

“Não estou pedindo que você cubra erros de pastores, só estou pedindo para que você repense. Não queremos aprovação e nem aplausos […] Só queremos que você entenda que ainda existem homens e mulheres de Deus sérios”. “O Sumo Pastor cuida de suas ovelhas através dos pastores imperfeitos aqui na terra. Tenha misericórdia, ore por nós”, concluiu.

Assista!

Cris Beloni é jornalista, teóloga e pesquisadora apaixonada pela Bíblia. Desenvolveu um trabalho de Jornalismo Investigativo Bíblico e é autora do livro Derrubando Mitos.