Siga-nos!

igreja

Líderes evangélicos prometem ser pacificadores pós-eleições

Objetivo dos líderes evangélicos é promover a pacificação em um país dividido.

Michael Caceres

em

Max Lucado (Foto: Reprodução / YouTube)

Cerca de 200 líderes evangélicos dos Estados Unidos assinaram uma carta intitulada “Uma Chamada Para a Paz Bíblica em 2020: Declaração dos Líderes Evangélicos Sobre Violência e Divisão”. Na prática, o documento é uma espécie de pacto pela pacificação do país depois de uma das eleições presidenciais mais acirradas da história.

O objetivo dos líderes evangélicos é incentivar as comunidades a superar a polarização política, visões e partidarismo para viver o Evangelho em busca da paz enquanto grupos extremistas de esquerda ameaçam com violência em todo o país durante o Dia da Posse.

De acordo com o The Christian Post, a carta foi publicada depois que ficou evidente a “segmentação de grupos religiosos, raciais e políticos específicos com retórica e até, em alguns casos, violência”, o que gerou grande preocupação para estes líderes.

“Sabemos que as eleições, especialmente uma eleição profundamente divisora ​​como esta, podem criar pressões para agir de forma que desonre os ensinamentos de Cristo e os valores bíblicos”, afirma a carta. “Devemos rejeitar essas pressões e não comprometer nossa fé.”

Entre os quase 200 evangélicos que assinaram a carta estão: Max Lucado, autor de best-sellers do New York Times e pregador da Igreja Oak Hills em San Antonio, Texas; Pastor Tony Evans, fundador e presidente da The Urban Alternative e pastor sênior da Oak Cliff Bible Fellowship em Dallas, Texas; Pastor AR Bernard do Centro Cultural Cristão em Brooklyn, Nova York; Bispo Kenneth Ulmer, pastor sênior da Igreja Bíblica Faithful Central em Inglewood, Califórnia; bem como autor de best-sellers e pastor sênior da Igreja de Cristo em Montclair, New Jersey, David Ireland e muitos outros.

A carta foi emitida pela Sociedade Mateus 5.9, uma irmandade criada recentemente e que reúne centenas de líderes em torno da pacificação descrito na Bíblia. Para o membro fundador da Sociedade Mateus 5.9, Matthew Hawkins, ex-diretor de políticas da Comissão de Ética e Liberdade Religiosa da Convenção Batista do Sul, a pacificação é uma responsabilidade mais ativa do que a manutenção da paz.

Max Lucado, famoso escritor, disse que está orando para que não haja mais polarização na política e que inicie um tempo de cooperação no país. “Estou orando por uma nova temporada em que nos afastemos da política de ‘nós / eles’ para uma era de cooperação e respeito mútuo”, disse Max Lucado ao Christian Post.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending