Siga-nos!

Estudos Bíblicos

Uma aliança superior

Subsídio para a Escola Bíblica Dominical da Lição 8 do trimestre sobre “A supremacia de Cristo”

Tiago Rosas

em

Bíblia. (Photo by Aaron Burden on Unsplash)

CONCLUSÃO

Pelo sangue de Cristo vertido na cruz fomos ingressados pela fé num novo pacto de Deus com a humanidade, o pacto da graça. Neste pacto da graça, todos os que cremos fomos iluminados (já não reinam mais as trevas em nós), temos provado o dom celestial (a salvação nos foi trazida ao coração), provado a boa palavra de Deus (a fome de nossa alma está saciada e as impurezas do coração removidas), experimentado os poderes da era vindoura (grandiosos sinais e maravilhas) e ainda temos, especialmente, sido feitos participantes do Espírito Santo (o maravilhoso sinergismo espiritual).

Na nova aliança, temos um sacrifício já efetuado com perfeição – tetelestai: está consumado (Jo 19.30) – que é poderoso para propiciar não só os pecados dos que já creram, mas do mundo inteiro (1Jo 2.1,2). Na nova aliança, temos junto ao trono do Pai um fiel sumo sacerdote que intercede por nós, “não com angústia de espírito (…) como se estivesse caído de joelhos diante do Pai, mas na confiança do derramamento do seu próprio sangue” (como dizia Armínio) (9).

No céu, Cristo não sofre mais como no Getsêmani; no céu, Cristo não sua mais como que gotas de sangue; no céu Cristo nunca é visto de joelhos, mas sempre de pé (para receber as almas de seus fiéis, como Estevão – At 7.56) ou assentado à destra da Majestade (Hb 8.1). As orações dele, por nós, nunca são rejeitadas, e o que quer que pedirmos, no seu nome (em comunhão com ele e em submissão a ele), será, em virtude dessa intercessão de Cristo, ouvido e atendido.

Em face de tão grande privilégio, não nos convém perseverar nesta fé e render a Deus gratidão jubilosa pelo seu grande amor, com que nos fez participantes desta maravilhosa nova aliança?

REFERÊNCIAS

(1) P.R. Williamson. Novo dicionário de teologia bíblica. Vida, p. 584

(2) P.R. Williamson. Op. cit. Grifo meu

(3) Gunnar Vingren. O tabernáculo e suas lições por Gunnar Vingren. CPAD, p. 73

(4) Jacó Armínio. As Obras de Armínio, vol. 1, CPAD, p. 45

(5) Jacó Armínio. Op. cit., p. 46

(6) Severino Pedro da Silva. Epístola aos Hebreus, CPAD, p. 147

(7) P.R. Williamson. Op. cit., p. 581

(8) A.W. Tozer, Experimentando a presença de Deus: ensinamentos da carta aos Hebreus, Graça editorial, p. 101

(9) Jacó Armínio. Op. cit., p. 43

*clique em próxima para continuar lendo…

Casado, bacharel em teologia (Livre), evangelista da igreja Assembleia de Deus em Campina Grande-PB, administrador da página EBD Inteligente no Facebook e autor de dois livros: A Mensagem da cruz: o amor que nos redimiu da ira (2016) e Biblifique-se: formando uma geração da Palavra (2018).

Publicidade