Siga-nos!

Sociedade

“Liberdade de expressão não é absoluta e não pode alimentar ódio”, diz Toffoli

O presidente do STF comentou sobre a decisão do ministro Alexandre de Moraes de retirar do ar a matéria da revista Crusoé

Avatar

em

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, declarou nesta quarta-feira (17) que a liberdade de expressão não é absoluta e não pode ser utilizada para alimentar ódio e intolerância.

O ministro participou de um encontro na Congregação Israelita Paulista (CIP), em São Paulo, e comentou sobre a decisão do ministro Alexandre de Moraes de retirar do ar a matéria da revista Crusoé sobre uma possível participação de Toffoli no esquema de corrupção com a Odebrecht.

“A liberdade de expressão não deve servir à alimentação do ódio, da intolerância, da desinformação. Essas situações representam a utilização abusiva desse direito”, disse o ministro.

Em seu entendimento jurídico, permitir que esses atos sejam tratados como liberdade de expressão estará colocando “em risco as conquistas alcançadas na Constituição de 1988”. “Tenho reiterado isso: o ódio não pode entrar na sociedade”, garantiu o presidente do STF.

Publicidade