Siga-nos!

Esportes

Léo Moura afirma que má fase no Flamengo foi provação divina

Depois que se converteu ele teve alguns problemas que ele acredita que aconteceram para tentar desanimá-lo na fé.

Avatar

em

Ao comentar a série de lesões que sofreu em 2012, o jogador Léo Moura diz que passou pela provação divina, já que antes de se tornar evangélico ele não havia tido uma fase tão ruim no Flamengo.

“De 2005 até metade do ano passado, estava solto no mundo. Ia à igreja, mas nunca tive aquele foco. A partir do momento em que me converti, comecei a ter lesões”, afirma.

“Quem conhece a palavra sabe que isso é uma tentativa de me fazer desistir”, disse o jogador em entrevista ao portal Terra.

Léo Moura se converteu na metade de 2012 e diz que não se arrepende da escolha que fez mesmo passando por esta provação. “Foi um teste, mas sou firme no que escolho. Escolhi este caminho e o ano de 2013 vai ser bom para mim”.

Apesar da má fase, Léo Moura teve o contrato renovado com o time e deve permanecer no Flamengo até dezembro deste ano. Sua vontade é ajudar o time a conquistar o título da Libertadores. “O único título que não ganhei aqui é a Libertadores. Ainda falta isso no meu livro. É isso que me motiva estar aqui no Flamengo. Vamos buscar uma vaga este ano na Copa do Brasil ou no Brasileiro”.

Publicidade