Siga-nos!

Sociedade

Lei proíbe aborto enquanto coração do feto bater

Críticos estão se mobilizando para impedir que o decreto entre em vigor no próximo ano

Avatar

em

Grávida. (Photo by Alicia Petresc on Unsplash)
Publicidade

Uma nova lei assinada pelo governador Brian Kemp, do Estado da Geórgia (EUA), só permitirá o aborto até a 6ª semana de gestação desde que não haja mais batimentos cardíacos no feto.

A nova lei proíbe o aborto em qualquer caso, liberando os procedimentos médicos apenas quando for detectado a morte do bebê. Pró-vida, o governador fez uma declaração sobre a nova lei se colocando em defesa dos que não podem falar.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

“Nós nos levantamos e falamos por aqueles que não podem falar por si mesmos. A Lei da Vida é muito simples, mas também muito poderosa. É uma afirmação de que toda vida tem valor, de que toda vida importa, de que toda vida merece ser protegida”.

O estado da Geórgia permitia o aborto até a 20ª semana, para quaisquer caso, por isso a alteração na lei estadual tem gerado muita polêmica e críticas.

De acordo com a ACI Digital, os críticos contam com apoio de promotores que já estão se mobilizando para derrubar a lei.

O grupo American Civil Liberties Union avisou que vai lutar legalmente contra a decisão do governador que passa a valer a partir de 1º de janeiro do próximo ano.

Publicidade