Siga-nos!

Política

Lava Jato pede que Gilmar Mendes seja afastado das ações envolvendo Paulo Preto

Mensagens e ligações mostram envolvimento do ministro do STF com o advogado do operador do PSDB e o ex-senador Aloysio Nunes

Avatar

Publicado

em

Gilmar Mendes
Gilmar Mendes. (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)
Publicidade


Um pedido de suspeição do ministro Gilmar Mendes foi encaminhado pela Lava Jato à Procuradoria-Geral da República por conta de ligações e mensagens envolvendo Paulo Preto e o ex-senador Aloysio Nunes Ferreira.

O material anexado no pedido apresenta uma articulação entre o advogado José Roberto Santoro, o ex-senador Aloysio Nunes, o ex-ministro Raul Jungmann e o ministro do STF Gilmar Mendes.  Uma dessas mensagens comemoravam o habeas corpus assinado por Mendes liberando Paulo Preto da prisão.

Publicidade

Leia mais...

“Considerando a iminência de decisão na Reclamação nº 33514, distribuída ao ministro Gilmar Mendes, trazemos com urgência todos os fatos acima descritos, certos de que Vossa Excelência adotará as medidas cabíveis com a velocidade e presteza costumeiras, de forma a evitar que o interesse público subjacente às investigações possa ser prejudicado e que uma mácula de desconfiança paire sobre decisões proferidas por E. Ministro da Suprema Corte”, diz a ação da força-tarefa.

Paulo Preto é suspeito de ser operador do PSDB de São Paulo e foi condenado a 145 anos de prisão pelos crimes de peculato (desvio de recursos públicos) e associação criminosa.




Gosta do nosso conteúdo? Considere ajudar nosso ministério! Saiba mais em apoia.se/gospelprime


Comente!
Publicidade
    Publicidade
    Publicidade

    Trending