Siga-nos!

Política

José Wellington diz que Feliciano está se aproveitando da situação

Ele também afirma que não há perseguição de evangélicos com homossexuais, mas que o contrário sim acontece.

em

O pastor José Wellington Bezerra da Costa foi entrevistado pelo jornal Folha de São Paulo para comentar a respeito da polêmica em torno do deputado pastor Marco Feliciano (PSC-SP) que faz parte da Assembleia de Deus.

Para o presidente reeleito da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), a confusão em torno do parlamentar evangélico não está relacionada com a religião e Marco Feliciano está usando esta situação para tirar proveito dela.

“Ele está dando corda na coisa. O Marco Feliciano, bobo ele não é”, disse José Wellington.

O líder assembleiano acredita que há uma exploração sobre este tema e que não é apenas a igreja evangélica que é contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, mas também a Igreja Católica, tanto que um bispo chegou a procurá-lo para realizar uma manifestação contrária a união civil de homossexuais.

“Um bispo de São Paulo me telefonou e disse: ‘Pastor, vamos fazer uma dobradinha, temos de marchar juntos porque não aceitamos’. Eles não aceitam aborto, casamento de pessoas do mesmo sexo”, afirma.

Agora em relação à Comissão de Direitos Humanos, o problema é apenas político segundo José Wellington e que os evangélicos não são preconceituosos com os homossexuais, mas eles sim são preconceituosos.

“Nós não aceitamos o comportamento dessa gente, mas não os perseguimos. Não temos qualquer preconceito com eles. Absolutamente nada. É que o grupo que está apoiando essa gente, balizou, aqui no Congresso, algumas leis que estão dando muito, muita força para essa gente, e dizem que o preconceito é nosso. Pelo contrário, eles é que são os preconceituosos.”

Publicidade