Siga-nos!

Esportes

Fenômeno da NBA, Jeremy Lin é novo “herói cristão” do esporte

A fé de Jeremy Lin, jogador do Knicks, é estímulo aos cristãos chineses

Avatar

em

Jeremy Lin, jogador da equipe de basquete New York Knicks tem ganhado notoriedade nas últimas semanas no meio esportivo norte-americano. O principal motivo é seu desempenho nas quadras, mas sua história de vida e compromisso de fé também chama atenção.

Desconhecido até recentemente, ele afirma que ainda dorme no sofá na casa de seu irmão, Joshua, que estuda odontologia na Universidade de Nova York. Antes de ser comprado pelo Knicks em dezembro, Lin foi descartado pelo Golden State Warriors e o Houston Rockets, que também disputam a NBA, Liga profissional norte-americana.

Leia mais...

“Deus é bom durante os nossos altos e baixos! Fico feliz que conseguimos a vitória”, tuitou Lin no último domingo. “Obrigado Landry Fileds, por me deixar dormir no seu sofá na noite passada!”.

Jeremy Lin, 24, é um americano descendente de chineses, algo raro em um esporte dominado pelos afro-americanos. O jogador da NBA teve muitas lesões e problemas na posição de armador. Agora Lin, que mede cerca de dois metros, recebeu sua primeira oportunidade de provar seu valor como ala nas últimas três vitórias do seu time.

Humilde, Lin disse que não está preocupado em provar seu valor, prefere contribuir para ter uma equipe de vencedores.

O bisavô de Lin passou por perseguição religiosa na China comunista e acabou indo para a ilha de Taiwan, onde tinham mais liberdade. Posteriormente, foram para os Estados Unidos, onde ele nasceu. Durante uma entrevista, em 2010, ele “realmente” se tornou um cristão enquanto cursava o primeiro ano do Ensino Médio. Lin acredita que sua capacidade atlética é uma forma de trazer glória a Deus.

Na China, ele tem sido assunto constante da rede social Weibo, similar ao Twitter. Para os jovens chineses fascinados com a cultura americana, ele os representa. Sua fé também é motivo de discussão e teria gerado muitas indagações com aqueles pouco familiarizados com a Bíblia. Os cristãos tem usado a oportunidade para falar sobre a vida com Deus.

A maioria das mensagens chama atenção pelo entusiasmo.

“Sua agilidade física mostrou-me a glória e a onipotência de Deus”, escreveu um usuário. “Como os jovens cristãos devem viver a vida cristã? Temos um bom exemplo no desempenho milagroso Lin Shuhao e devemos torcer por ele”, escreveu outro

No Seminário Teológico de Zhejiang, o professor Yan Ronghui disse que está planejando usar a fé de Lin e seu sucessos de basquete como um modelo para os alunos em seu curso de “Inglês teológico” neste semestre.

Hu Shubang, um estudante de 25 anos no seminário, disse que Lin se tornou um símbolo natural para os cristãos na China quando procuram fazer novos convertidos.

A NBA tem cerca de 300 milhões de pessoas assistindo aos seus jogos na China. Mas as declarações cristã de Lin sofrem uma censura dos meios de comunicação estatais, que veiculam sua imagem apenas como um “chinês de sucesso”. Para os evangélicos americanos ele pode se tronar um “novo TimTebow”, que se tornou um ícone pop em pouco tempo, sempre dando glórias a Deus.

O vídeo abaixo mostra Lin comentando em um programa de TV porque só escuta música gospel e como vê a mão de Deus em sua carreira.

Traduzido e adaptado de Christian Post, NY Times e RPM Ministries

Continue lendo