Siga-nos!

Política

“Já fui para porta de terreiro proteger o espaço”, diz Damares nos EUA

Ministra participa de evento sobre intolerância religiosa.

Michael Caceres

em

Damares Alves. (Foto: Luiz Alves / MMFDH)

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, participa nos Estados Unidos de um evento que trata sobre perseguição religiosa e sua presença tem sido marcada por discursos contundentes contra a discriminação.

Durante evento em Miami, Damares afirmou que “já foi para a porta de terreiro proteger o espaço”. A ministra participa nesta quinta-feira (18) da entrega de prêmio dado pelo Departamento de Estado dos EUA ao líder espiritual e professor da UFRJ, Ivanir dos Santos.

“Estamos em 2019. Não dá mais para aceitar a perseguição de uma pessoa por causa de sua crença. É como se estivéssemos 500 mil anos atrasados”, declarou a ministra, que é evangélica.

“Eu já fui para porta de terreiros proteger o espaço. Do mesmo jeito que eu não quero o meu templo violado, eu não quero que o deles sejam”, continuou.

O babalaô (candomblé) é uma das quatro lideranças do mundo que receberão o primeiro Internacional Religious Freedom, de reconhecimento pela luta pela liberdade religiosa. Ivanir afirma que a fala da ministra é por ocasião do prêmio nos Estados Unidos.

“Isto está sendo dito agora por ocasião de um prêmio nos Estados Unidos. A fala da ministra é um efeito do prêmio, que está sendo entregue a uma pessoa negra, não cristã, que tem trajetória na luta pelos direitos humanos, contra o racismo e a intolerância religiosa”, afirmou ao O Globo.

Publicidade