Siga-nos!

Internacional

Irã proíbe passeios com cachorros por considerá-los “impuros”

Donos de cachorros serão punidos, promete o chefe de polícia

Publicado

em

Iraniana com cachorro
Iraniana com cachorro. (Foto: Behrouz Mehri / AFP)


O chefe de polícia de Teerã, general Hossein Rahimi, anunciou a proibição de passear em público com cachorros ou levá-los em seus carros.

A decisão foi anunciada na semana que se comemora os 40 anos da revolução iraniana contra as influências ocidentais e a justificativa para a proibição de cães é porque o islã considera os cachorros como impuros.

A religião permite cães de guarda, mas não admite que sejam tratados como animais de estimação. Muitos iranianos discordam dessa interpretação dada pelas autoridades.

Durante um programa na televisão estatal, o Rahimi afirmou que ao andar com cachorros em público, se cria “medo e ansiedade” nas pessoas e prometeu tomar medidas para impedir isso. “A polícia vai tomar medidas contra os donos dos cães”.



Publicidade
Publicidade