Siga-nos!

igreja perseguida

Indianos podem ser expulsos de seu país por seguirem a Jesus

O governo nacionalista da Índia já prometeu que até 2021 o país será 100% hindu e quer exterminar cristãos e outras minorias de seu território.

Portas Abertas

em

Cristã indiana lendo a Bíblia (Portas Abertas)

Imagine um país muito grande, com diversas línguas, grupos de pessoas e culturas que se aceitam, com certo respeito.

Mas então, surge um grupo de nacionalistas que diz que o país todo deve ser uma nação hindu. Um povo, uma língua, uma religião: o hinduísmo. Para isso, o grupo toma o controle do governo e se opõe a qualquer um que não é hindu. Os cultos nas igrejas são interrompidos, pastores, líderes e outros cristãos são agredidos, mulheres são violentadas e crianças enfrentam bullying e perseguição. Nenhum cristão tem permissão para compartilhar a .

Essa é a situação na Índia. Não em todos os lugares, mas principalmente na área rural. Há também leis anticonversão em certos estados em que, ao compartilhar a fé, a pessoa pode ser punida. Mas isso não se aplica a hindus, afinal sempre tentam trazer cristãos e outras minorias “de volta para o hinduísmo”. Isso porque ser indiano é ser hindu.

Os nacionalistas também têm uma meta de expulsar todos os cristãos da Índia até o final de 2021. Além disso, atualmente, além da perseguição, os cristãos precisam lidar com as consequências da Covid-9, o que dificulta e agrava ainda mais a situação.

Em 2019, parceiros da Portas Abertas receberam relatos de 825 incidentes de perseguição registrados, o que afetou 43.392 cristãos, que incluem desde rejeições e insultos até agressões, abuso sexual e mortes. Mas isso provavelmente é apenas a ponto do iceberg, já que muitos incidentes não são registrados. O acentuado aumento da perseguição alarma cristãos em todo o país. Mas também há muitas histórias de coragem. Atualmente, há mais 66,2 milhões de cristãos na Índia e a igreja está crescendo, como um movimento de cristãos corajosos. E esse movimento tem trazido mudanças.

Durante esse mês, a Portas Abertas trará histórias como da jovem Ruppa, que se converteu e sua família, tradicionalmente hindu, não a aceitou, principalmente quando ela quis se casar com um cristão. Ofensas morais, pressão psicológica e espancamentos foram constantes na vida dela.

Já Rajesh, colaborador da Portas Abertas na Índia, mostra coragem e fé ao se expor e arriscar a segurança de sua família para alcançar e servir cristãos que enfrentam dificuldades por seguirem a Jesus.

Você pode fazer a diferença

Desde 2017, a Portas Abertas viu a necessidade premente de criar projetos e ações para envolver cristãos brasileiros, livres da perseguição, a cristãos perseguidos na Índia. Para isso, criou a Campanha Global Índia, que leva de ajuda emergencial, cuidado médico, abrigo, auxílio jurídico, entre outros, a esses irmãos na fé. Acesse a página da campanha e saiba como participar.

Além disso, você pode interceder por eles também. Baixe agora mesmo um photobook com histórias de cristãos perseguidos que vivem na Índia. Tire períodos para interceder por cada um de nossos irmãos e irmãs.

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus

Trending