Siga-nos!

igreja

Igrejas dos EUA já avaliam mudanças permanentes no pós-pandemia

Líderes veem necessidade de se adaptar para cumprir mordomia do ministério.

Michael Caceres

em

Long Hollow
Long Hollow (Divulgação)

As mudanças o coronavírus causou nas igrejas em algum aspecto do ministério já estão sendo avaliadas para o futuro de longo prazo. Diversas igrejas nos EUA já estão avaliando como algumas mudanças podem se tornar permanentes no pós-pandemia.

É o caso do pastor Robby Gallaty, da Long Hollow Baptist Church em Hendersonville, Tennessee, que vê o impacto da covid-19 no ministério não como uma interrupção, mas como uma forma de importuno sobre como as coisas normalmente são feitas na igreja.

Ele avalia que algumas mudanças devem ser observadas pelo seu impacto na cultura e na vida, conforme seja necessário para a mordomia do ministério que Deus concedeu para a equipe. Gallty diz que a mudanças mais imediata e tangível é o comparecimento às reuniões da igreja.

“As pessoas dizem: ‘Só quero voltar a ser como as coisas eram antes de COVID’, mas realmente não acho que vamos voltar a isso, especialmente na área de números … no que diz respeito ao atendimento presencial em breve”, disse ao Baptist Press.

Antes da pandemia, o comparecimento pessoal dos fiéis aos cultos da Long Hollow era significativamente maior do que a audiência de seus serviços online. Uma das maiores igrejas da Convenção Batista do Sul, a Long Hollow retomou as reuniões presenciais, mas sua participação online agora é três vezes maior do que o atendimento presencial.

Os ajustes feitos por cada igreja em algum aspecto do ministério desde o início da pandemia global da covid-19 pode forçar transformação no cenário moderno da igreja evangélica. Essas mudanças estão sendo avaliadas pelos líderes de forma estratégica.

Global

A mudança não é exclusiva de Long Hollow, mas reflete em diversas igrejas dos Estados Unidos e de diversos países do mundo. Líderes avaliam que trata-se de uma mudança global, principalmente quanto a frequência presencial que tem diminuído e pode se tornar permanente, já que haverá ainda o enfrentamento da crise econômica.

Na Long Hollow, a equipe deu início ao processo de criação de um ministério eclesiástico online permanente e intencional, que inclui a separação de um pastor específico para lidar com as questões digitais, encontrar maneiras de facilitar a adesão remotamente e conduzir a interação com os pequenos grupos.

A igreja não pretende manter apenas uma transmissão ao vivo da reunião de adoração, mas quer que funcione de maneira interativa, assim como os trabalhos físicos. Essa preocupação da interação e proximidade também foi apontada por líderes brasileiros em entrevistas feitas pelo Gospel Prime.

Ministração

Criar o mesmo ambiente de ministração para os que participam online, bem como aqueles que frequentam pessoalmente os cultos físicos das igrejas também tem sido outro aspecto estudado tanto pela Long Hollow como por igrejas em diversos países.

No Brasil, a Igreja das Nações, de Criciúma, Santa Catarina, tem investido ainda mais no ambiente digital para promover os ministérios de forma diferenciada. O fato de o brasileiro ser um dos povos mais criativos do mundo permite uma apresentação digital de grande qualidade.

A Igreja da Cidade, de São José dos Campos, chegou a promover um espetáculo online com uma produção que chamou a atenção. O espetáculo teve como objetivo promover uma reflexão sobre o papel de cada indivíduo no mundo.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending