Siga-nos!

igreja perseguida

Igrejas da Índia pedem proteção para vítimas de ataques extremistas

A aliança de igrejas quer garantir que os cristãos atacados tenham proteção e liberdade religiosa.

Portas Abertas

em

Kirti ganhou uma Bíblia
Kirti ganhou uma Bíblia (Portas Abertas)

Uma união de igrejas evangélicas convocou o governo do estado de Chhattisgarh, no Centro-Leste da Índia, para assegurar que os cristãos que enfrentam perseguição sejam amparados e tenham liberdade e respeito para crer em Jesus.

A carta da Sociedade Evangélica da Índia a um ministro do Estado cita um incidente que ocorreu entre 22 e 23 de setembro, em que uma multidão atacou as casas de 16 famílias cristãs nas aldeias de Kakdabeda, Singanpur e Tiliyabeda no distrito de Kondagaon de Chhattisgarh. No ocorrido, pelo menos 75 cristãos fugiram de suas casas e precisaram de atendimento médico, pois foram agredidos pelos aldeões.

A Sociedade pede que o ministro tome medidas imediatas para fornecer segurança e resguardar o direito constitucional dos cidadãos de praticar a fé. “Também pedimos a garantia de que os autores dos ataques sejam levados à justiça e sejam presos, para que a lei seja cumprida e nenhuma situação tão desagradável possa surgir no futuro”, disse a organização que representa mais de 65.000 igrejas e instituições na Índia. 

Além disso, líderes cristãos em Chhattisgarh solicitaram uma legislação que criminaliza o boicote social, em que os seguidores de Cristo são coagidos a abandonar a fé sob a ameaça de serem excluídos das atividades sociais e econômicas das comunidades. O único estado indiano que até agora introduziu uma legislação que criminaliza boicotes sociais é Maharashtra. A lei proíbe a exclusão social em nome de casta, comunidade, religião, rituais ou costumes, e as violações são puníveis com três anos de prisão e multa.

A Índia é 10° país na Lista Mundial da Perseguição 2020 e os cristãos no país tem lidado com a hinduinização que, segundo o primeiro-ministro, quer limpara a Índia de outras religiões até 2021.

Como vivem os cristãos na Índia

A revista Portas Abertas de Agosto relembra a história da cristã inidana Kirti*. Após ser curada milagrosamente durante um culto em uma vila distante, ela teve de voltar à sua vila, onde o hinduísmo é parte da comunidade e ir contra ele leva a possível expulsão ou até á morte. Ao voltar para casa, a notícia de sua conversão se espalhou: “Kirti rejeitou os deuses hindus e agora segue ao ‘deus estrangeiro’, Jesus”, diziam sobre ela. A história de Kirti é trágica e recheada de tortura, agressões, morte e dor. Mas também é permeada pelo amor de Deus, que lhe concedeu uma fé inabalável. 

Para saber mais, acesse o site e receba a revista Portas Abertas, que é editada mensalmente.  

Você pode fazer mais por cristãos perseguidos na Índia

A Portas Abertas atua no país, fornecendo ajuda emergencial, bem como treinamento de líderes, apoio pós-trauma e apoiando cristãos para que permaneçam firmes em sua fé. Para saber mais sobre os projetos e como você pode ajudar esses irmãos, acesse a Campanha Global da Índia e tenha mais informações. 

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus

Trending