Siga-nos!

Mundo Cristão

Igreja vira abrigo para sem-teto

Prédio abrigará 75 pessoas por noite

Publicado

em

Diadema
Diadema. (Foto: Divulgação)


Um templo da Igreja da Escócia, na capital Edimburgo, foi convertido em um abrigo para os sem-teto. O prédio da antiga paróquia de Stenhouse Saint Aidan atenderá até 75 pessoas.

Na reforma do prédio foram gastos 220 mil libras, equivalente a mais de um milhão de reais. Além do espaço para as camas, há chuveiros e um banheiro coletivo para homens. As mulheres usarão um outro espaço similar, num anexo. Uma cozinha industrial também foi equipada.

O projeto de acomodação é uma parceria entre a prefeitura local, a Igreja da Escócia e o fundo beneficente Bethany Christian. Responsável pela reforma David MacLennan, disse em um comunicado que o “projeto piloto tem sido um sucesso retumbante”.

“Jesus tinha uma grande preocupação com os pobres e marginalizados e acreditamos firmemente que devemos compartilhar o amor de Deus por aqueles que são menos afortunados do que nós”, assegurou.

O prédio, que agora é chamado de Diadema, reúne voluntários de cerca de 70 congregações em Edimburgo que cozinham refeições para os sem-teto todas as noites. O abrigo está aberto das 21h às 6h30 , quando é servido um café da manhã.

Os usuários do sistema que necessitam também recebem doações de roupas de segunda mão e produtos de higiene pessoal.

O projeto do abrigo é antigo. Desde 1996 parte do prédio era ocupado para abrigar pessoas durante as noites durante os meses mais frios do ano. Até agora, os sem-teto dormiam em esteiras no chão.

Ruth Longmuir, gerente de abrigo da Bethany Christian, comemora: “Diadema é um local maravilhoso e estamos muito satisfeitos com o que fizemos. As camas novas e os chuveiros fizeram uma enorme diferença para os nossos hóspedes. Somos gratos que a Igreja compartilha nossa visão para oferecer abrigo e cuidados e ofereceu este edifício para nosso uso a longo prazo”.

Em todo o Reino Unido, igrejas antigas vêm sendo desativadas. Com baixa frequência e alto custo de manutenção, os prédios acabam sendo vendidos e transformados em mesquitas, restaurantes, hotéis e até em casas particulares.

 



Publicidade
Publicidade