Siga-nos!

Mundo Cristão

Igreja comemora Ramadã com muçulmanos para “demonstrar o amor de Cristo”

Pastor diz que Jesus “provavelmente teria feito algo assim”

Avatar

Publicado

em

Igreja da Ressurreição em Leawood
Publicidade


Cristãos e muçulmanos se reúnem para celebrar o Ramadã no templo da Igreja da Ressurreição em Leawood, no estado americano do Kansas. Um jantar de iftar, a quebra do jejum, foi realizado na semana passada.

A promoção do evento inter-religioso foi promovida pela maior igreja da denominação Metodista Unida. Durante o Ramadã, considerado o mês sagrado para os islâmicos, os seguidores de Maomé ficam em jejum do nascer até o pôr do sol. À noite eles fazem uma grande refeição festiva.

Publicidade

Leia mais...

A iniciativa de celebrarem juntos foi do pastor Adam Hamilton, que lidera a megaigreja com mais de 22 mil membros.

Em entrevista ao The Christian Post, Hamilton explicou que sua igreja queria “demonstrar o amor de Cristo” ao realizar o evento.

Publicidade

“Estamos tentando encontrar maneiras de construir pontes com a comunidade muçulmana e demonstrar o amor de Cristo para eles”, afirmou Hamilton. O jantar reuniu cerca de 320 pessoas – na maioria líderes da igreja – incluindo cerca de 40 muçulmanos. Além do jantar, o evento contou com um breve discurso de um líder muçulmano local.

Hamilton explicou que cada mesa tinha cerca de oito pessoas, onde havia pelo menos um ou dois muçulmanos. A partir daí, os dois grupos puderam ter conversas sobre questões religiosas e sociais.

“No final, acho que foi uma chance para os muçulmanos conhecerem quem somos: uma congregação de pessoas que tentam demonstrar o amor de Cristo”, comemora Hamilton.

Publicidade

“Tivemos a chance de ouvir as histórias de outras pessoas e saber o que eles experimentam em seu jejum e por que isso era importante para eles”.

O pastor Hamilton deixou claro que o objetivo do jantar não era que convertê-los e acreditava que isso era algo que Cristo provavelmente teria feito.

“Ele partia o pão com pessoas de quem discordava”, disse o líder metodista. “Ao longo do ministério de Jesus, todos os pecadores, coletores de impostos, ou fariseus, tiveram a chance de partir o pão com ele”. Com informações Christian Post




Gosta do nosso conteúdo? Considere ajudar nosso ministério! Saiba mais em apoia.se/gospelprime


Comente!
Publicidade
    Publicidade
    Publicidade

    Trending