Siga-nos!

igreja perseguida

Igreja Perseguida: Como vivem os cristãos perseguidos na Líbia

Um resumo da vida dos Cristãos no norte da África.

Portas Abertas

em

Meninas da Líbia
Meninas da Líbia (Foto: Reprodução/Portas Abertas)

Você conhece um país onde é proibido ter igreja? A Líbia é um deles. O país fica localizado no norte da África e conta com cerca de 34.500 cristãos, porém apenas 150 são líbios, o restante são trabalhadores sem pátria e migrantes.

Os ex-mulçulmanos nativos do país que se converteram ao cristianismo sofrem uma pressão violenta dos membros da família e de toda comunidade para abandonar a em Jesus.

Dentro do país os cristãos tanto estrangeiros como líbios, correm riscos constantes de sequestros e assassinatos por parte de grupos radicais islâmicos e do crime organizado.

Não há justiça, uma vez que o país não tem um governo central e carece de leis, portanto partilhar da sua fé publicamente é proibido, quem o faz é exposto a violência e prisão.

Violência contra os cristãos na Líbia

As pessoas que praticam a fé em Jesus na Líbia são constantemente obrigadas a trabalhar como escravos ou a se prostituírem. Cristãos imigrantes da África Subsaariana também são mantidos em cativeiros e expostos a tortura e abusos físicos.

Uma cristã perseguida que precisou fugir da Líbia por acreditar em Jesus, contou um pouco da sua experiência com Ele. Ela disse que viu um homem brilhante dentro do quarto escuro.

“Ele não parecia irreal, mas eu senti que não poderia tocá-lo. Ele continuou parado ao meu lado. Senti felicidade em meu coração apenas por causa da presença dele. Ele era alto e seu cabelo era um pouco comprido”, continuou.

“‘Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida’, ele disse. Então se foi”, contou a cristã sobre a sua experiência com o Mestre.

Como está o cenário atual de perseguição no país?

Mesmo diante de um cenário de pandemia, a violência aumentou este ano, listando mais incidentes de ataques e mortes aos cristãos na Líbia, piorando a vida de todas as formas.

Os cristãos são comumente perseguidos pelo Islamismo, pelo clã e também pelo crime organizado. Outros grupos religiosos, cidadãos e líderes não cristãos, parentes e partidos políticos também são fontes de violência contra eles.

As áreas onde o Estado Islâmico está presente no país se tornam mais vulneráveis aos seguidores de Cristo. Os grupos extremistas estão presentes dentro e ao redor da capital, além de postos espalhados em outras áreas.

Mulheres e homens cristãos são vulneráveis à violência na Líbia

As mulheres são inferiorizadas em relação aos homens na Líbia, o que faz com que elas sejam muitas vezes violentadas por causa da sua fé e não podem ter justiça.

Os homens cristão são frequentemente sequestrados para o trabalho forçado e/ou obrigados a fugir de casa e abandonar a sua família, que fica desprovida financeiramente.

Para ajudar os cristãos na Líbia, a Portas Abertas tem feito um trabalho de cooperação com os parceiros locais para que o evangelho não pare de ser pregado, além de ajudar socialmente os cristãos desamparados.

Clique aqui para doar e ajudar os cristãos perseguidos.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus

Trending