Siga-nos!

Internacional

Igreja da Maconha tem autorização para funcionar nos Estados Unidos

O líder da seita se valeu de um novo projeto de lei que garante a liberdade religiosa no estado

em

A Secretaria do Estado de Indiana, nos Estados Unidos, aprovou o registro de uma igreja que tem como sacramento a maconha. A Primeira Igreja dos Cannabis agora é uma religião autorizada e até possui isenção fiscal.

Criada por Bill Levin, a igreja se vale de uma lei aprovada pelo governador Mike Pence que restaura a liberdade religiosa no Estado e assegura o direito de exercer suas crenças.

A igreja da maconha diz que sua crença é baseada no “amor e compreensão com compaixão por todos” e o ato de venerar e aprovar o consumo da erva faz com que a lei aprovada em Indiana ganhe um novo debate, já que até então a briga era entre conservadores e homossexuais.

A lei dá direito às igrejas continuarem pregando que o homossexualismo é pecado, enquanto os movimentos LGBTs tentavam impedir esse tipo de ensinamento. E no meio desse debate aparece Levin que se intitula como “ministro do Amor” criando os 12 mandamentos da Primeira Igreja dos Cannabis.

Entre os mandamentos encontramos: “Ria mais, compartilhe humor”, “Não seja um troll na internet” e “Gaste pelo menos dez minutos por dia contemplando a vida em um espaço silencioso”.

Além de mandamentos, a igreja já divulgou como o dízimo será pago e já coletou US$ 10,8 mil por meio de 634 doações. O problema da igreja é que em Indiana a comercialização da maconha é proibida, então os fiéis terão que plantar e compartilhar a droga. Com informações Época

Publicidade