Siga-nos!

Sociedade

Igreja Cristã Maranata tem intervenção suspensa

Justiça determina que antigos diretores, com exceção dos denunciados, voltem à administração.

Avatar

em

Na tarde desta terça-feira (2) a justiça do Espírito Santo decidiu suspender a intervenção da Igreja Cristã Maranata (ICM). A decisão determina que os antigos diretores e o Conselho Presbiteral da igreja, com exceção dos que foram denunciados ou respondem a processo criminal pelo desvio de dízimo, voltem a administrar a igreja, de acordo com a decisão do desembargador José Luiz Barreto Vivas.

A informação foi divulgada pelo pastor Josias Rocha, responsável pela comunicação da ICM, que informou não ter recebido a informação oficial e que aguarda uma orientação da diretoria para divulgar o posicionamento da igreja.

Leia mais...

Desde maio, dezenove membros da ICM, incluindo pastores, foram denunciados à Justiça pelo Ministério Público Estadual (MP-ES) pelos crimes de estelionato, formação de quadrilha e duplicata simulada. De acordo com a acusação os investigados são suspeitos de desviar R$ 24,8 milhões. Antes, em março, o fundador, pastor Gedelti Gueiros e outros três membros da ICM haviam sido presos por coagir testemunhas do inquérito que investiga a igreja.

No dia 24 de junho dez integrantes da igreja haviam sido presos, entre eles o próprio Gedelti. Segundo o Ministério Público do Estado do Espírito Santo eles continuavam participando da administração e praticando crimes como estelionato de forma indireta. Com informações G1.

Continue lendo