Siga-nos!

Sociedade

Identificado suspeito do sequestro de Brenda Gabriela

Criança estava na companhia de morador de rua, que está sendo procurado

Avatar

em

A Polícia Civil disse na tarde desta terça-feira (26) que identificou o suspeito do sequestro da menina Brenda Gabriela, de 4 anos, que desapareceu durante evento religioso na igreja Deus é Amor, há 15 dias.

O suspeito é um ajudante-geral de 47 anos nascido no Paraná e que se tornou um morador de rua. Segundo o boletim de ocorrência, ele tem cerca de 1,60 m de altura, cabelos escuros, olhos escuros e barba por fazer.

Paulo César de Freitas, delegado-adjunto do 6º DP disse que está tentando entrar em contato com algum parente do suspeito para obter mais informações.

A menina passou por exames para atestar se ela sofreu algum tipo de violência ou mesmo abuso sexual. Ainda não há conclusões definitivas por parte dos médicos, mas o estado de saúde dela aparentemente é bom e não causa preocupações.

O suspeito não possui antecedentes criminais e foi visto dormindo em uma praça próxima à Rua vergueiro, em São Paulo.

A polícia também encontrou uma carroça pertencente ao homem, onde estavam roupas infantis e brinquedos.

O suspeito deve ser indiciado por sequestro. “Queremos saber o que levou ele a permanecer com a criança esse tempo todo. Nós já sabemos de antemão que ele vinha escondendo a criança, cortou o cabelo dela para evitar que ela fosse reconhecida, ela era mantida restrita ao ambiente da carrocinha”, disse o delegado. “É sequestro, houve restrição da liberdade”, assegurou.

“Deus sabe de todas as coisas”

A mãe da menina, Geiza Mari Silva se emocionou muito quando reencontrou a filha. “Deus enviou ele. Deus sabe todas as coisas”, disse a mãe da menina, Geiza Mari Silva, sobre o vizinho que identificou Brenda.

O funcionário da lanchonete, Alex Ramos de Carvalho, que reconheceu Brenda, disse que sentiu-se “um pouco herói” por ter ajudado a mãe a reencontrar Brenda Gabriela.

No Brasil, atualmente, cerca de 40 mil crianças e adolescentes desaparecem todos os anos. Desse total, nove mil são crianças e adolescentes que desaparecem em São Paulo.

Segundo a Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, 16% dos casos são de jovens que apresentam algum tipo de deficiência.

Com informações G1

Jornalista, assessora de imprensa e blogueira, mora no interior de São Paulo e é casada com Christiano Gomes. Sempre atenta aos fatos e assuntos relacionados aos cristãos, tem como uma de suas paixões a Igreja Perseguida ao redor do mundo. Aqui vai mostrar seu ponto de vista sobre a realidade que nos cerca, seja no bairro próximo ou nos mais recônditos países do mundo.

  • Estudos Bíblicos 1 dia atrás

    Especialista em pregação bíblica ensina elaborar sermões impactantes em 30 dias