Siga-nos!

Política

IBDR busca imunidade tributária para ofertas missionárias no exterior

Instituto Brasileiro de Direito e Religião se encontrou com o presidente Jair Bolsonaro para tratar do tema.

Michael Caceres

em

Jean Regina, Jair Bolsonaro, José do Carmo Veiga, Franklin Ferreira e Thiago Rafael Vieira. (Foto : Divulgação)

Na última quarta-feira (10) membros do Instituto Brasileiro de Direito e Religião (IBDR), composto por advogados cristãos que defendem os interesses de igrejas no Brasil, foram recebidos pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

Uma das demandas apresentadas pela comitiva, foi o pedido de imunidade tributária nas doações que as igrejas fazem para obras missionárias no exterior.

Leia mais...

No ano passado, Michel Temer decretou a cobrança de imposto de 15% sobre as doações enviadas para manutenção de orfanatos, hospitais, creches e trabalhos de ajuda humanitária no exterior.

O IBDR foi criado com o objetivo de garantir a proteção e direitos a comunidade cristã no Brasil, além de suprir a necessidade de produção de conteúdo científico no mundo acadêmico com bases cristãs.

Através do instituto, os membros pretendem promover a interação com a religião.

Participaram do encontro com o presidente da República, Jean Regina (2º Vice-Presidente de Relações Internacional), José do Carmo Veiga (Membro do conselho do IBDR), Franklin Ferreira (Secretário do conselho deliberativo, representando o Presidente do Conselho, Davi Charles Gomes) e Thiago Rafael Vieira (Presidente do IBDR).

Cristianismo

O encontro dos juristas com o presidente se dá em um momento decisivo para os cristãos no Brasil, pois o governo Bolsonaro tem sinalizado o interesse de defender a religião e garantir direitos constitucionais para o segmento.

Em órgãos internacionais, Bolsonaro tem orientado para que os representantes brasileiros denunciem a perseguição que os cristãos sofrem no mundo.

Continue lendo