Siga-nos!

Internacional

Hungria apresenta “abordagem cristã” em defesa do clima

“Proteger algo que foi criado por Deus”, disse primeiro-ministro húngaro.

Michael Caceres

em

Premiê húngaro, Viktor Orban (Foto: Reprodução/YouTube)

Nesta quinta-feira (16), o governo da Hungria apresentou uma estratégia contra as mudanças climáticas que têm assolado o mundo, com metas até 2030.

Segundo o primeiro-ministro Viktor Orban, o plano tem uma “abordagem cristã” visando combater as mudanças climáticas que provocam as catástrofes naturais vivenciadas atualmente.

As metas estabelecidas incluem a mudança na forma como a eletricidade vem sendo produzida, visando utilizar meios como energia solar, eólica e nuclear.

“Conservar a natureza de nossos filhos e netos pode ser interpretado como proteger algo que foi criado por Deus”, comentou.

A ideia se centra na verdade bíblica de que a vida é uma “incumbência de confiança”, onde o Criador espera que tenhamos zelo pelos recursos que colocou a nossa disposição.

De acordo com a Agência France-Presse, o primeiro-ministro afirmou que o objetivo da estratégia é criar um país “limpo e sustentável”.

“É um princípio geral, mas o objetivo concreto da estratégia é criar um país limpo e sustentável no qual se possa viver bem”, disse.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE