Siga-nos!

Mundo Cristão

Guarda que apreendia Bíblias na Coreia do Norte se converte

A história de Park Chin-Mae é muito semelhante a do apóstolo Paulo.

Avatar

em

Guarda confiscando Bíblia. (Foto: Montagem / VOM)

De perseguidor a perseguido, a história de Park Chin-Mae é muito semelhante a do apóstolo Paulo. Ele precisou fugir da Coreia do Norte, mas antes disso, ele era o guarda responsável por apreender Bíblias que tentavam entrar em seu país.

O exército ficava na fronteira impedindo que o Livro Sagrado entrasse, hoje Chin-Mae diz que os guardas “sabem que a Bíblia é o inimigo” do governo norte-coreano e por isso eram orientados a não deixar que os exemplares entrassem no país.

Leia mais...

A vida de Chin-Mae mudou quando ele fugiu para a Coreia do Sul e lá começou a frequentar um centro de reassentamento que era organizado por cristãos.

Trabalhando neste centro, ele foi encarregado de colocar Bíblias nas cadeiras antes do serviço começar, livros que seriam distribuídos aos participantes. Ali ele entendeu que se tratava do mesmo livro que do outro lado da fronteira poderia condená-lo à morte.

Ele se interessou pelo livro e começou a lê-lo. E assim decidiu seguir a Cristo. “Eu não li apenas como qualquer outro livro; eu li e levei todas as palavras da Bíblia para o meu coração”, declarou ele ao ministério Voz dos Mártires.

Continue lendo