Siga-nos!

eventos & conferências

Graham reúne dezenas de milhares no “Dia de Oração e Arrependimento”

Vice-presidente dos Estados Unidos participou do evento.

Michael Caceres

em

Marcha de Oração National Mall
Americanos orando no National Mall (Reprodução/Twitter)

O evangelista Franklin Graham, filho do saudoso Billy Graham, reuniu dezenas de milhares de pessoas no último sábado (26) para o “Dia de Oração e Arrependimento” no National Mall, em Washington. A reunião se estendeu desde o Memorial Lincoln até o Capitólio dos Estados Unidos.

A marcha de oração contou com a participação de cristãos de todo o país. O evento chamado “Washington Prayer March” (Marcha de Oração em Washington) contou com a presença de autoridades e teve início com uma marcha de de quase três quilômetros ao meio-dia.

Graham puxou a marchar desde o Memorial Lincoln até o Capitólio, fazendo várias paradas ao longo do percurso para orar especificamente pelo país, incluindo autoridades políticas, policiais e funcionários públicos dos Estados Undios.

O vice-presidente do país, Mike Pence, juntamente com a sua esposa Karen, também participaram do evento. Pence chegou falar ao público, lembrando sobre a importância da oração. Ele chegou a fazer a citação bíblica do versículo escolhido como tema da marcha, que é 2 Crônicas 7.14.

“Como estamos hoje em uma antiga promessa que os americanos têm reivindicado ao longo de nossa história, que se Seu povo, que é chamado pelo Seu nome, se humilhar e orar, e se voltar, Ele fará como sempre fez, através de muito mais tempos desafiadores na vida desta nação. Ele vai ouvir do céu. E Ele vai curar esta terra”, disse.

Pence também lembrou que os americanos sempre tiveram o costume de orar em tempos de turbulência, lembrando a frase de Abraham Lincoln sobre o valor da oração.

“Desde a fundação de nossa nação, nossos líderes e nosso povo têm orado em tempos difíceis”, disse ele. “Abraham Lincoln, diante de cujo monumento estamos hoje, disse durante seu tempo na Casa Branca: ‘Muitas vezes fui levado a cair de joelhos pela convicção esmagadora de que não tenho outro lugar para ir'”, lembrou.

Foi no Memorial Lincoln que Graham orou, dizendo: “Nosso Pai e nosso Deus, viemos dizer obrigado. Mas padre, nosso país está em apuros. Nós precisamos da sua ajuda.”

Will Graham, filho de Franklin e neto do falecido Billy Graham, orou no Memorial da Segunda Guerra Mundial e pediu a proteção de Deus para os militares em todo o mundo.

“Meu avô entendeu que a batalha… é feita de joelhos”, disse ele. “É aí que está a verdadeira luta. Certifique-se de orar, orar e orar.”

Trending