Siga-nos!

Política

Governo vai ampliar programa nuclear e retomar mineração de urânio

Ampliação do programa nuclear seria de interesse político.

em

Ministro Bento Albuquerque (Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil)

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, anunciou que o governo pretende retomar a mineração de urânio em território nacional para ampliar o programa nuclear brasileiro.

A declaração foi feita ao jornal O Estado de São Paulo, apontando a estratégia como decisão política a ser adotada a partir de agora, com expectativa de início dos trabalhos até o fim deste ano, na mina do Engenho, em Caetité, na Bahia.

O ministro anunciou que a exploração será feita unicamente pela estatal Indústrias Nucleares do Brasil (INB), mas que devido a restrições orçamentárias parcerias poderão ser firmadas com a iniciativa privada para explorar o potencial do urânio brasileiro.

Na avaliação do governo, as parcerias seriam firmadas em casos específicos, particularmente quando a presença de urânio é minoritária em uma reserva, como o caso da mina Santa Quitéria, no Ceará, onde há somente 10% de urânio.

Com esse objetivo, o INB formou consórcio com o Grupo Galvani, que deve começar a operar até o início de 2024, de acordo com o presidente da estatal, Carlos Freire.

Atualmente o Brasil possui duas usinas nucleares em operação – Angra 1 e Angra 2. Angra 3, com 67% das obras concluídas, foi paralisada em 2015, após descoberta de desvio de recursos por parte das empreiteiras envolvidas na obra.

Publicidade