Siga-nos!

Governo palestino decide proibir entrada de alimentos vindos de Israel

Guerra comercial iniciada pela Autoridade Palestina trará prejuízos à população em geral

em

A Autoridade Palestina informou nesta quinta-feira (27), que ira proibir a entrada de verduras, frutas e frango de Israel. Em nota, o Executivo presidido pelo primeiro-ministro palestino, Rami Hamdallah, pediu que “cidadãos e comerciantes trabalhem juntos para garantir o sucesso desta decisão, cujo objetivo é proteger o produto nacional e a economia nacional”.

Esse é mais um capítulo na guerra comercial iniciada em meados de dezembro, quando o Ministério da Agricultura d Israel proibiu a entrada de frutas e verduras da Cisjordânia. Dias antes, os palestinos haviam proibido a entrada de carne de cordeiro israelense.

O Ministério de Agricultura palestino justificou a decisão alegando que esperava a redução de preços, conforme a agência independente de notícias palestina “Maan”. As decisões da Autoridade Palestina trarão prejuízos à população em geral

Israel é o maior parceiro comercial dos palestinos, enquanto a Cisjordânia só representa um pequeno mercado para os produtores israelenses. O Ministério de Agricultura israelense controla e inspeciona a entrada de produtos nos postos de controle militar e implementar uma proibição semelhante é simples do ponto de vista prático.

Publicidade