Siga-nos!

Sociedade

Gilmar Mendes chama procuradores da Lava Jato de “gentalhas e cretinos”

Ministro atacou Deltan Dallagnol e outros procuradores envolvidos na investigação que desvendou o maior crime de corrupção da história do país

Publicado

em

Gilmar Mendes
Gilmar Mendes. (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)


Durante a votação no Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira (14), o ministro Gilmar Mendes chamou os procuradores da força-tarefa da Lava Jato de “gentalhas e cretinos”, além de ironizar a formação deles.

“Quem encoraja este tipo de coisa é um covarde, esse tipo de gente é covarde, despreparada, gentalha. Se eles estudaram em Harvard, não aprenderam nada. São uns cretinos, não sabem o que é processo civilizatório, não sabem nem o que é um processo”, disse.

A crítica do ministro é sobre o fundo anticorrupção de R$ 2,5 bilhões que seria criado pelo Ministério Público em acordo com a Petrobras. O MPF já explicou sobre esta questão que gerou muitas críticas.

O STF resolveu entregar para a Justiça Eleitoral os crimes comuns praticados por políticos.

O julgamento era sobre dividir os processos, deixando a Justiça Federal com crimes comuns, e a Eleitoral com crimes como o caixa dois. Por seis votos a cinco, ficou decidido que a Justiça Eleitoral ficará responsável pelos casos de ambos os crimes.



Publicidade
Publicidade