Siga-nos!

mundo

França se torna um dos países mais antissemitas da Europa, diz pesquisa

Um terço dos judeus consideram as políticas da União Europeia antissemitas.

em

Lápides judaicas vandalizadas na França
Lápides judaicas vandalizadas na França (Foto: Jean-Francois Badias/AP)

O aumento de incidentes violentos anti-judeus, tanto verbais quanto físicos,  na diáspora tem convencido judeus e pró-Israel em todo o mundo, que o antissemitismo definitivamente aumentou nos últimos anos.

O Fórum Europeu da Universidade Hebraica de Jerusalém (HUJI) realizou uma pesquisa sobre as percepções israelenses sobre a taxa de antissemitismo na Europa e se eles vêm o antissemitismo como a força motivadora por trás das políticas e críticas da União Europeia a Israel.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A pesquisa incluiu 1.006 homens e mulheres, judeus e árabes, com 18 anos ou mais, em uma amostra representativa da população adulta israelense. O trabalho de campo foi feito pelo Instituto PORI e parcialmente financiado pela Fundação Hanns-Seidel em Jerusalém.

Entre as descobertas, enquanto 53% dos entrevistados judeus acreditam que a situação dos judeus na Europa vai piorar, apenas 25% acreditam que as coisas permanecerão as mesmas. Além disso, a pesquisa notou que os entrevistados mais velhos eram mais religiosos e tinham visões mais pessimistas sobre a situação.

Entre os entrevistados árabes, 52% acreditam que a situação dos judeus na Europa permaneceria a mesma e 20% acredita que melhoraria. A França (39%) e a Polônia (33%) lideraram o grupo entre os países europeus considerados os mais antissemitas.  Apenas um terço dos judeus acredita que tenha uma ligação direta entre as críticas a Israel e o antissemitismo.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Quando questionados se consideram as políticas da União Europeia antissemitas, um terço (27%) dos entrevistados judeus rejeitou a noção de imediato, enquanto um número igual acredita que as políticas são motivadas pelo antissemitismo.

De acordo com Israel 365 News, para a prof. Gisela Dachs, do Fórum Europeu do HUJI e principal autora da pesquisa, a percepção da França como o topo da lista de nações antissemitas europeias não é uma surpresa.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

“Por muito tempo, tem sido um segredo aberto que a França está repleta de antissemitismo, e não apenas entre os políticos e populações de extrema-direita. (…) os judeus franceses começaram a sentir que pode não haver futuro para a geração mais jovem na França, e alguns emigraram para Israel para manter sua identidade judaica”, disse.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending