Siga-nos!

Internacional

Papa Francisco é o quarto líder “mais poderoso do mundo”

Dilma Rousseff caiu para o 20º lugar

Avatar

em

A influente revista Forbes publicou hoje sua lista anual com os líderes mais poderosos do mundo. O ranking de 2013 mostra Vladimir Putin, presidente da Rússia, desbancando Barack Obama, que ano passado estava em primeiro.

A maior novidade na lista deste ano é a presença do Papa Francisco. O pontífice ficou em quarto lugar, atrás do presidente da China, Xi Jinping, e na frente de Angela Merkel, chanceler da Alemanha.

Ao todo, são listadas 72 pessoas, incluindo homens e mulheres. No ano passado, a presidente Dilma estava em 18ª lugar. Agora, figura em 20º.

Na classificação dos “líderes mais poderosos”, a Forbes usa um complexo sistema de avaliação. Criada em 2009, o ranking leva em consideração quatro fatores principais. Sobre quantas pessoas o líder exerce poder, o volume de recursos financeiros sob seu controle, em qual/quais esferas têm influência e como utilizam seu poder para “mudar o mundo” de alguma forma.

No material divulgado hoje, aparecem desde governantes até empresários, a maioria na área de informática, incluindo Bill Gates (6º), os fundadores do Google (17º), o CEO da Apple (18º) e Mark Zuckerberg, do Facebook (24º).

Ao falar sobre o Papa Francisco, a Forbes escreveu: “sua eleição trouxe uma nova energia à maior religião do mundo, com 1,2 bilhão de adeptos em todo o planeta. Sendo o primeiro pastor de Cristo jesuíta e latino-americano, ele defenda maior compaixão pelos pobres e um papel maior para as mulheres”. Ao mesmo tempo, pede que a Igreja pare de falar apenas “nas questões relacionadas ao aborto, ao casamento homossexual e o uso de anticoncepcionais”.

No início do ano, a revista Forbes divulgou uma lista com os pastores mais ricos do Brasil. Gerando muita polêmica, a publicação disse que a fé é algo “altamente lucrativo”, o que tornou alguns de seus líderes multimilionários. Faziam parte do ranking Edir Macedo, Valdemiro Santiago, Silas Malafaia, R R Soares e o casal Hernandes, fundadores da Renascer.

Publicidade