Siga-nos!

Sociedade

“Folha se tornou um jornaleco vendido à esquerda”, afirma Marco Feliciano

Deputado evangélico criticou artigo que compara cristãos com terroristas do Estado Islâmico

Avatar

em

Marco Feliciano
Marco Feliciano. (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil )
Publicidade

O deputado federal pastor Marco Feliciano (Podemos-SP) criticou a cobertura do jornal Folha de São Paulo em relação um artigo que critica cristãos.

No texto de Hélio Schwartsman com o título “Trevas Cristãs”, o lema “Deus acima de tudo” – que fez parte da campanha de Jair Bolsonaro, é comparado com uma série de fatos históricos.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

A tentativa do autor, declaradamente ateu, é comparar os cristãos dos primeiros séculos com os terroristas do Estado Islâmico e membros do Talibã.

“A intolerância que militantes religiosos radicais mostram para com outros credos, os assassinatos praticados com requintes de crueldade e a insana ‘certeza’ de estar obedecendo a comandos de um ente supremo infalível revelam quão perigoso é pôr Deus acima de tudo”, escreveu.

Feliciano chamou os cristãos leitores da Folha de São Paulo a reagirem e declarou que o articulista “perdeu uma oportunidade de ficar calado”.

“A Folha abandonou a tradição de seus fundadores e, pelo vil metal, tornaram-se jornalécos vendidos à esquerda militante que se travestem de democratas”, completou.

Continua depois da Publicidade

Assista!

fortalecer

Continua depois da Publicidade

Não podemos nos calar!Compartilhe esse Vídeo!

Posted by Marco Feliciano on Wednesday, February 6, 2019


Clique aqui e entre no grupo Gospel Prime!

Publicidade
Publicidade
    Publicidade
    Publicidade

    Trending