Siga-nos!

Sociedade

Filhos dizem ter alertado Anderson de que Flordelis planejava sua morte

Deputada teria orientado filho adotivo para matar pastor no quarto do casal.

em

Anderson do Carmo e Flordelis. (Foto: Reprodução / Facebook)

A Polícia Civil divulgou o relatório final sobre a investigação do assassinato do pastor Anderson do Carmo, marido da deputada e cantora Flordelis, no qual aponta que a vítima conhecia o plano de morte.

Segundo os investigadores, o plano para matar Anderson teve início em outubro do ano passado, com a possível participação da deputada.

O documento, obtido pelo RJ2, da TV Globo, aponta que uma das filhas adotivas do casal, Roberta dos Santos, teria dito que Anderson descobriu “três ou quatro meses antes” sobre o plano para matá-lo.

As investigações apontam que o pastor descobriu o plano através de seu irmão, Carlos, que também revelou ao pastor ter visto mensagem no celular de Flordelis onde ela pedia para Lucas dos Santos, que já é réu no caso, para entrar no quarto do casal e executar o crime.

Essa versão foi confirmada por uma ex-patroa de Lucas, que disse ter recebido o print de uma conversa entre a deputada e o filho adotivo.

Na mensagem, a parlamentar orientava Lucas para executar o marido e depois pegar os relógios que ele tinha, para que parecesse um roubo.

Publicidade