Siga-nos!

Política

Filhos de R.R. Soares são cotados para Secretaria de Cultura de Bolsonaro

Ex-deputados estão na disputada para o cargo que está em aberto.

em

Marcos Soares (Foto: Divulgação/DEM)

Após exonerar o secretário especial de Cultura do Ministério da Cidadania, nesta quarta-feira (6), o presidente da República, Jair Bolsonaro, pode indicar para assumir o posto o ex-deputado federal Marcos Soares (DEM-RJ), filho do missionário R.R. Soares, líder da Igreja Internacional da Graça de Deus.

Segundo informou a Crusoé, Bolsonaro conversou com o ministro da Cidadania, Osmar Terra, sobre a troca na secretaria, durante viagem à China.

O deputado federal Davi Soares (DEM-RJ), irmão de Marcos, fazia parte da comitiva presidencial.

Outros nomes estariam sendo avaliados pelo presidente da República para a secretaria, sendo que há outro filho de R.R. Soares na disputada, o ex-deputado estadual André Soares, como também o diretor de teatro Roberto Alvim, que também tem seu nome cotado.

Os três cotados, segundo assessores do Planalto, são “ideologicamente alinhados ao governo”, sendo que os filhos do missionário teriam vantagem supostamente pela proximidade com a Frente Parlamentar Evangélica (FPE) e por já terem ocupado cargos eletivos.

 

 

 

Publicidade