Siga-nos!

igreja perseguida

Filho de pastor preso no Vietnã enfrenta ameaça de morte para renunciar a fé

Regime comunista persegue ferozmente as minorias e pessoas que defendem liberdades individuais.

em

Cruz representando o Cristianismo
Cruz representando o Cristianismo (Foto: Maurício Eugênio/Pexels)

O pastor Y Yich, morador da província de Gia Lai, no planalto central do Vietnã, foi preso em 2007 e pegou seis anos de cadeia por participar de manifestações que exigiam terra e liberdade religiosa para os “montagnard” vietnamitas, os povos nativos. Seu filho disse que ele é pressionado constantemente pelas autoridades.

Um grupo de direitos humanos disse que neste ano o governo do Vietnã aumentou ainda mais as prisões e ordens rigorosas de silêncio contra ativistas, jornalistas independentes, blogueiros e pessoas que comentam no Facebook levantando inquietações ou criticando o governo atual.

Em meio ao declínio da proteção ao cidadão, o pastor recebe ameaças constantes de morte e de ter sua casa vigiada, e é assediado constantemente para renunciar a sua , de acordo com o seu filho Mrui, que afirmou ainda a família continua a ser perseguida, mesmo com o seu pai preso.

Yich foi preso novamente em 2013 e recebeu uma sentença de 12 anos na prisão de Na Phuoc, província de Binh Duong, no Vietnã. Mrui disse que seu pai foi espancado por oficias da prisão até cair todos os seus dentes, e salientou a falta de respeito das minorias étnicas no Vietnã.

“Meu pai foi preso em 2013 por se opor ao estado, [as autoridades] forçaram-no a abandonar sua fé. Aldeia, oficiais distritais continuamente visitam nossa casa para nos monitorar, eles me convidaram [significando convocaram] cinco, seis vezes, ameaçaram me bater e me matar, forçando-me a abandonar minha fé ”, contou Mrui.

Os cuidados médicos do pastor para hipertensão, reumatismo e inflamação no estômago foram indeferidos, nem os remédios levados pela família a prisão eles quiseram entregar para ele, relatou o Vietnamese People’s Evangelical Fellowship.

O vice-diretor do Human Rights Watch, na divisão da Ásia, disse que: “O Vietnã tem um dos piores registros de direitos humanos no Sudeste Asiático. Tem um dos maiores números de presos políticos e está condenando pessoas a penas de prisão extremamente longas ”, informou o The Christian Post.

“Estamos vendo pessoas enviadas para a prisão por 12 ou 14 anos basicamente por exercerem seus direitos civis e políticos ou o direito à liberdade de expressão, o direito a reunião pública pacífica e o direito de associação sem permissão do governo”, afirmou ele.

“Na verdade, está piorando. E esse é certamente o caso este ano, onde vimos uma repressão renovada por parte das autoridades, aproveitando a distração da comunidade internacional com muitos países da Europa e da América do Norte preocupados com sua própria situação na pandemia COVID-19 ”, concluiu.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending