Siga-nos!

testemunhos

Filho de apologista superou dúvidas ao ver pai questionado por ateus

Sean McDowell confessou ao seu pai que sua fé estava vacilando.

em

Sean McDowell com seu famoso pai, Josh McDowell (Foto: Reprodução/God Reports)

Dúvidas incomodaram McDowell, filho de um famoso apologista, Josh McDowell, quando ele se deparou com um site ateísta que rebatia cada ponto  do livro de seu pai “Evidência que exige um veredito”.

Ele também é autor de “Mais que um Carpinteiro”. Ambos os livros foram decisivos na estabilização da de muitos baseados na evidência sólida para comprovar a Bíblia. Mas ali estava uma tentativa bem fundamentada de corroer a confiança, na avaliação de Sean.

“De repente, estava lendo algumas pessoas bem inteligentes – alguns doutores, outros advogados, filósofos, historiadores – indo de capítulo em capítulo, rebatendo de forma atenta os argumentos que meu pai fez,” relata

De acordo com o God Reports, Sean, na época com 19 anos e na faculdade, se sentou com seu pai para um café e abriu o jogo. “Eu quero ser honesto com você”, ele disse ao pai. “Eu não tenho certeza se estou convencido que o Cristianismo é verdade”, disse Sean sem saber qual seria a reação de seu pai, que era conhecido por levar palestras sobre a fé para jovens universitários.

Josh McDowell se tornou um mestre de apologética cristã pois quando era jovem decidiu estudar para refutar o Cristianismo, que ele pensava ser uma ideia irritante que precisava ser destronada na América. Para Josh, seus estudos tiveram um caminho inesperado, e ele se converteu à fé.

“Eu te criei acima de tudo para procurar e seguir a verdade. Você não pode viver sua vida com minhas convicções. Precisa saber que o que você acredita é verdade e estar disposto a seguir essa verdade”, disse Josh.

Josh recomendou que ele estudasse a fundo e chegasse às suas próprias conclusões, deixando claro que se o filho precisasse de sua ajuda ele estaria sempre a disposição.

“Eu realmente preciso me comprometer com a verdade e a seguir onde quer que ela conduza”, ele pensou na época. “Me deixou realmente curioso. Vou ler outros textos religiosos. Vou estudar outros livros. Eu  pude decidir, não somente por causa da família em que fui criado, eu pude acreditar no que eu acho ser a verdade.”

Foi um longo caminho de pesquisas, reflexões e leituras. Lentamente ele reconstruiu sua própria fé. “A volta do filho pródigo” do padre Henri Nouwen teve um grande impacto. Nele, Nouwen diz que sempre se identificou como o filho pródigo até que um dia ele percebeu que ele é o filho mais velho.

Josh percebeu a similaridade: “Este sou eu. Eu sempre fui um bom filho. Eu não me rebelei. Não cometi nenhum grande pecado, então sempre me senti como se precisasse de Jesus, mas que era melhor que muitas pessoas por não ter pecado da mesma forma.”

“Preciso da graça de Deus na minha vida tanto quanto qualquer pessoa precisa, na verdade talvez mais porque eu penso que não preciso dela”, Josh disse. “Eu acho que para filhos que têm fé duradoura, existe um momento de experiência real de graça. Você tem que perceber que é verdade. Mas também precisa perceber que está tão perdido quanto o filho mais velho.”

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending