Siga-nos!

Sociedade

Filha suspeita de matar a mãe foi influenciada por cena de novela

Delegado diz que jovem visava a herança

Publicado

em

Pâmela Botelho
Publicidade

A morte de Dircelene Botelho Garcia, 51 anos, assassinada pela própria filha na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro, teria sido inspirado em uma cena da novela “Segundo Sol”, da Rede Globo.

Pâmela Botelho, 21 anos, acusada de matar Dircelene com ajuda do namorado, contou em depoimento na 105ª DP que aplicou uma injeção de ar em uma veia do pulso da mãe. ElA repetiu o que fez a vilã da trama ao assassinar seu capanga.

O delegado André Prates disse em entrevista à Record que o casal usou formol para deixar a vítima desacordada. Depois, tentaram aplicar injeções de ar para que ela morresse. Como as aplicações não fizeram efeito, colocaram a vítima dentro de um saco plástico fechado com fita adesiva.

Dircelene morreu sufocada.

O policial explica que a dupla alterou a cena do crime para que parecesse morte por causas naturais. Seu plano só foi descoberto por conta de imagens gravadas por câmeras de segurança.

A motivação para o crime seria financeira, visando o recebimento da herança.

Publicidade

 

Publicidade