Siga-nos!

Política

Feliciano convoca audiência com ex-gays na Comissão de Direitos Humanos

Esse grupo de pessoa sofre duplo preconceito, segundo o deputado evangélico

Avatar

em

Publicidade

Vítimas de preconceito, os ex-gays serão ouvidos em uma audiência pública marcada pelo deputado Marco Feliciano (PSC-SP) na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara.

O pedido apresentado teve dez votos a favor e seis contra, ganhando a maioria alguns ex-homossexuais foram convidados a participarem da reunião e explicar seus dilemas.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

Feliciano defendeu o debate dizendo que os ex-homossexuais enfrentam preconceito da sociedade que os tratam como dissimulados e dos próprios homossexuais que os acusam de serem fingidos.

“Após a mudança da orientação, sofre-se duplo preconceito. Os héteros dizem que eles estão dissimulando, ou até mesmo que eles são doentes mentais”, disse o deputado que foi presidente da CDHM em 2013.

Nove ex-gays foram convidados, sendo cinco homens e quatro mulheres. Três deles são pastores, um é cantor evangélico, uma é missionária, outra é psicóloga e um estudante de psicologia, segundo o jornal O Dia.

“Nenhuma lei incluiu os ex-gays na proteção estatal”, lembrou Feliciano que citou alguns programas de TV que tratam os ex-homossexuais como pessoas caricatas que enganam a sociedade e seus cônjuges. “[A sociedade afirma que] Supostamente eles estariam praticando uma aventura e enganam as pessoas”.

Continua depois da Publicidade

Os deputados que votaram contra a audiência dizem que o deputado evangélico quer trazer o debate da Cura Gay, rejeitado pelos parlamentares progressistas. O projeto chamado de “cura gay” não trata de cura, mas de permitir aos psicólogos que atendam os homossexuais insatisfeitos.

Publicidade