Siga-nos!

Vida cristã

“Fé” aumenta em meio à pandemia, mostra estudo

Mesmo com igrejas fechadas, fiéis experimentam fortalecimento espiritual.

Neto Gregório

em

Mãos em oração no banco da igreja. (Himsan / Pixabay)

A pandemia global de coronavírus transformou praticamente todos os aspectos da vida pública da população, inclusive as práticas religiosas. Mesmo assim, uma pesquisa mostra que fiéis perceberam um “aumento na fé” durante a quarentena.

Um novo estudo do instituto Pew Research Center feito com norte-americanos mostra que um quarto dos adultos (24%) diz que sua fé se tornou mais forte por causa da pandemia, enquanto apenas 2% afirmou que sua fé esmoreceu.

A maioria, contudo, afirma que sua fé não mudou muito (47%) ou que a questão não é aplicável porque o pesquisado não era religioso (26%).

Os cristãos são mais propensos do que outros grupos religiosos a testemunhar um fortalecimento da fé. Os judeus, por outro lado, são mais propensos a dizer que sua fé não mudou muito (69%). Entre aqueles que se declaram ateus, agnósticos ou sem religião, um quarto (26%) afirmou que sua fé não mudou muito.

Resta saber se a fé fortalecida que alguns americanos estão experimentando se traduzirá em maior frequência nos cultos, uma vez que a maioria das casas de culto (93%) está fechada devido a recomendações de isolamento social.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Trending