Siga-nos!

igreja perseguida

FBI investiga explosão em igreja classificada como “grupo de ódio” por LGBTs

Igreja havia sofrido ameaças de incêndio por pregar contra homossexualidade.

Michael Caceres

em

Igreja Batista das Primeiras Obras
Igreja Batista das Primeiras Obras (Foto: Reprodução/Facebook)

O FBI, Departamento Federal de Investigação dos Estados Unidos, está investigando o ataque promovido contra uma igreja do sul da Califórnia, no sábado (23), com um dispositivo explosivo. O ataque aconteceu semanas depois de a igreja ter sofrido ameaças por seu pastor ter pregado contra a homossexualidade.

A Igreja Batista das Primeiras Obras, na cidade de El Monte, condado de Los Angeles, foi atingida por um explosivo que quebrou as janelas de danificou o local. De acordo com o KTLA5, ninguém ficou ferido, mas 14 casas e oito apartamentos nas proximidades da igreja foram temporariamente evacuados.

“Um artefato explosivo improvisado foi aparentemente detonado aqui na igreja, causando alguns danos”, disse o chefe de polícia de El Monte, David Reynoso.

O tenente Christopher Cano disse aos repórteres que policiais chegaram ao local e encontraram fumaça saindo das janelas do prédio.

“Parecia que as paredes da igreja tinham sido vandalizadas, assim como todas as janelas”, disse Cano, de acordo com o San Gabriel Valley Tribune. “[As janelas] inicialmente pareciam estar quebradas, então percebemos que as janelas não estavam quebradas, que na verdade tinham explodido por algum tipo de explosão.”

Já a porta-voz do FBI, Laura Eimiller, disse que é muito cedo para determinar se o ataque pode ser considerado “crime de ódio”.

“Quanto à questão de saber se isso foi um crime de ódio, isso sempre será considerado entre as teorias quando uma casa de culto é atacada”, disse Eimiller, de acordo com o jornal. “Mas seria prematuro confirmar qualquer motivo neste momento, e não estamos descartando nenhum outro motivo.”

Uma ameaça de incêndio já havia sido relatada à polícia pelo pastor Bruce Mejia, que relatou ter recebido mensagens nas redes sociais.

“Alguns daqueles dentro daquele grupo LGBTQ pegaram um de meus sermões que estão online e eles têm me assediado desde então, tentando me tirar de El Monte, tentando tirar eu e minha igreja de El Monte assinando uma petição”, disse Mejia.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending