Siga-nos!

Exército de Israel deixa Brumadinho; Bolsonaro agradece “parceria”

Embaixada diz que ação conseguiu “traduzir de palavras para ações a profunda amizade entre o povo brasileiro”

em

No Brasil desde o domingo (27), os 135 soldados israelenses encerraram neste quinta (31) sua participação nas ações de resgate às vítimas da tragédia em Brumadinho (MG), resultado do rompimento de uma barragem de rejeitos da mineradora Vale.

O presidente Jair Bolsonaro usou suas redes sociais para agradecer “as bravas tropas israelenses” e o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu. “Agradeço, em nome do povo brasileiro, ao Estado de Israel pelos serviços prestados em Brumadinho-MG em parceria com nossos Guerreiros das Forças Armadas e Bombeiros”, escreveu.

Filha de mãe brasileira, a tenente da IDF Amit Levi, 21 anos, contou um pouco como foi a rotina: “A gente anda na lama e procura com as próprias mãos, conta com o apoio de cachorros. Os equipamentos que trouxemos também ajudam na remoção de terra e cortam grandes estruturas, como a lataria de veículos ou paredes de casas”.

Em meio às críticas de parte da imprensa, o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley afirmou que os soldados de Israel ajudaram na recuperação de 35 corpos.

O tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros, rebateu as críticas de que a saída dos militares das tropas israelenses teria sido motivada por problemas com a corporação. Ele lembra que os grupos fizeram um trabalho integrado e, juntos, resgataram 35 corpos da lama. Contou também que a cada corpo encontrado ocorreu um minuto de silêncio de brasileiros e israelenses.

Amizade entre o povo brasileiro e o israelense

Em nota, a embaixada de Israel no Brasil afirmou que a decisão pelo fim da operação de resgate foi tomada em conjunto pelas autoridades brasileiras e o comandante israelense. Além dos soldados, o exército também trouxe 16 toneladas de equipamentos para ajudar as autoridades brasileiras nas buscas.

“Em coordenação com as autoridades no Brasil e com o comandante da operação de resgate no Brasil, foi decidido que a missão da delegação israelense chegou ao seu fim com sucesso nesta etapa da operação de resgate. Os comandantes brasileiros elogiaram a delegação israelense pela grande e importante contribuição profissional para a operação de resgate. A delegação israelense transferirá a responsabilidade de maneira ordenada para a equipe de resgate brasileira e retornará a Israel. A embaixada israelense deseja parabenizar as forças de resgate brasileiras e israelenses por seu trabalho e por traduzir de palavras para ações a profunda amizade entre o povo brasileiro e o israelense.”

Publicidade