Siga-nos!

Internacional

Evento em igreja pode ter espalhado coronavírus por toda a França

Pastor e sua família foram infectados com o Covid-19

Neto Gregório

em

Fiéis no evento da Porte Ouverte Chrétienne. (Foto: Reprodução / Facebook)

Um evento da megaigreja Porte Ouverte Chrétienne [Porta aberta cristã], no distrito de Bourtzwiller, em Mulhouse, cidade francesa na fronteira com a Alemanha foi identificado como fonte de contaminação pelo coronavírus.

Segundo o jornal francês Le Monde, um tradicional evento da igreja, durante a Quaresma, reuniu mais de 2 mil pessoas vindas de toda a França e países vizinhos como Suíça, Bélgica e Alemanha. Foi nesse encontro que dezenas de fiéis foram infectados.

Entre os casos, está o pastor da igreja Samuel Peterschmitt e 20 membros de sua família. “Não moramos na mesma casa, mas estávamos todos, filhos e netos, na igreja durante a Semana de Jejum e Oração”, revelou Jonathan Perterschimitt, um dos filhos do pastor, que é médico.

Desde o começo deste mês, ele está confinado com sua esposa e filhos em sua casa no Alto Reno, um dos locais mais afetados pelo Covid-19 na França.

“Meus sintomas eram os de um vírus sazonal clássico, mas, considerando o contexto, fiz o teste, que deu positivo”, disse ele ao jornal francês.

No site da Porte Ouverte Chrétienne há um pedido para que todos que participaram do conferência e que tenham alguns sintomas parecidos com o do novo coronavírus busquem ajuda médica.

“Eu não me surpreenderia que uma grande proporção das pessoas presentes no encontro tenha se contaminado com o coronavírus”, declarou Jonathan Perterschimitt.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE