Siga-nos!

igreja

Evangélicos saem às ruas no Peru para pedir reabertura de igrejas

Enquanto comércio e discotecas estão reabrindo, igrejas permanecem fechadas.

Michael Caceres

em

Manifestação em Lima, Peru
Manifestação em Lima, Peru (Reprodução)

No último final de semana, centenas de evangélicos saíram às ruas de Lima, capital do Peru, para pedir a reabertura dos templos. Os organizadores se identificaram como membros do Movimento Missionário Mundial e aproveitaram o momento para orar pelas autoridades do país.

Segundo o jornal El Comercio de Peru, já tem sete meses que as igrejas estão proibidas de realizarem cultos ou reuniões de adoração, além de estarem proibidas de reunir uma certa quantia de pessoas. Os pastores têm obedecido ao que foi imposto pelas autoridades locais.

O pastor Agustín Vásquez Díaz, da Igreja Cristã Pentecostal, disse que eles escolheram se manifestar para que possam voltar a se reunir para orar pelo país. Ele também ressaltou que não pretende desobedecer as autoridades políticas.

“Depois de sete meses que obedecemos e obedecemos às nossas autoridades, nossos templos permanecem fechados, não podemos nos reunir, não podemos arrecadar uma certa quantia de pessoas. Portanto, é por isso que escolhemos este lugar mais amplo para poder rezar pelo nosso país e é isso que temos feito”, disse.

O pastor afirmou que seu desejo é que as autoridades permitam a reabertura respeitando todos os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde do Peru. Vásquez lembrou que os comércios já foram reabertos, enquanto que igrejas e templos religiosos continuam fechados.

“Vemos que os centros comerciais abriram, as discotecas vão abrir, as slot machines também vão abrir. Então, por que não abrir o templo? Para poder simplesmente refugiar-se também porque somos crentes”, acrescentou Vásquez.

Trending