Siga-nos!

ciência & tecnologia

Estudo diz que lockdown não trouxe benefícios contra a covid-19

Comparação com medidas voluntárias demonstra fracasso na política de imposição.

Michael Caceres

em

Lojas fechadas na 25 de março, SP
Lojas fechadas na 25 de março, SP (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Um estudo avaliou as respostas em todo o mundo para tentar impedir o avanço da covid-19, demonstrando que as ordens de bloqueio obrigatório no início da pandemia podem não ter fornecido nenhum benefício significativo contra a propagação da doença, como outras medidas voluntárias.

O estudo foi divulgado no European Journal of Clinical Investigation em 5 de janeiro, depois de ter analisado dados de 10 países desde o início da pandemia. Foram comparados casos entre países que implementaram ordens de bloqueios obrigatórias, com lockdown mais rígidos, com países que buscaram respostas voluntárias menos severas.

Entre os países que implementaram ordens mais rígidas, o estudo avaliou os casos na Inglaterra, França, Alemanha, Irã, Itália, Holanda, Espanha e Estados Unidos, comparando com casos na Coreia do Sul e Suécia, que instituíram respostas voluntárias menos severas.

Como modelo matemático, os pesquisadores decidiram comparar os países que promulgaram e não promulgaram ordens de bloqueio mais rígidas, determinando que não havia “nenhum efeito benéfico claro e significativo de [medidas mais restritivas] no crescimento de casos em qualquer país”.

“Não questionamos o papel de todas as intervenções de saúde pública ou das comunicações coordenadas sobre a epidemia, mas não encontramos um benefício adicional de pedidos de permanência em casa e fechamento de negócios”, disse a pesquisa.

Os pesquisadores reconheceram que “as comparações entre países são difíceis”, apontando que cada nação tem suas regras, culturas e relações diferentes entre o governo e seus cidadãos.

O estudo foi conduzido por pesquisadores afiliados à Universidade de Stanford, tendo co-autoria de Jay Bhattacharya, professor de medicina e economia que se opôs ao modelo de lockdown utilizado em diversos países do mundo deste março.

Bhattacharya foi um dos cientistas que escreveu a Declaração do Grande Barrington, cujo objetivo era encorajar governos a suspender as restrições de bloqueio para alcançar a imunidade coletiva entre jovens e pessoas saudáveis, enquanto focalizava a proteção nos idosos.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending