Siga-nos!

Internacional

Estátua de “demônio da selfie” irrita cristãos na Espanha

Moradores da região acusam prefeitura de promover “turismo satânico”

em

Demônio da selfie na Espanha. (Foto: SpainsNews)

A pequena cidade de Segóvia, na Espanha, inaugurou em meados de janeiro a estátua de um demônio. Uma lenda local dia que o antigo aqueduto foi construído pelo Diabo em troca da alma de uma jovem da cidade. Contudo, com suas orações, ela conseguiu derrotá-lo.

Recentemente, o conselho regional encomendou uma estátua do Coisa Ruim ao artista José Antonio Abella, o que gerou intensos debates dos moradores. Uma petição, assinada 12,5 mil católicos contra esta escultura tentava impedir sua instalação. Mas o movimento não obteve sucesso.

Com cerca de um metro e meio de altura, a peça foi colocada em posição “estratégica” tendo o aqueduto construído pelo Império Romano ao fundo. Sobre a mão do demônio é possível colocar seu celular e simular uma selfie com ele, algo rechaçado pela população majoritariamente cristã da região, que acusa a prefeitura de Segóvia de promover “o turismo satânico”. Em especial por causa do título colocado abaixo da imagem. Ele diz, em latim “Segodevs, Aqvaedvcti Artifex”, que traduzido seria “Deus de Segóvia, artífice do aqueduto”.

Abella lamentou as críticas à sua obra. “Estamos no século XXI! É apenas uma caricatura sorridente e amigável do Diabo”, afirmou. Ao mesmo tempo provocou os católicos que fizeram o abaixo-assinado contra ele. Lembrando que a estátua foi instalada ao lado da antiga sede da Inquisição na cidade, disparou: “Parece que os inquisidores nunca terminaram completamente neste país”.

A prefeita Clara Luquero diz que o objetivo não era ofender a sensibilidade religiosa dos habitantes, mas aproveitar-se de uma lenda local para valorizar o patrimônio cultural da cidade.

Publicidade